PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

Não fosse pelo apito, o Galo estaria buscando o penta do Brasileiro

Conteúdo exclusivo para assinantes

Milton Neves

13/09/2021 15h55

Reprodução/Globo

O pessoal adora falar, quando se trata do Galo, que "nossa, como um time pode ser considerado grande sem ter um bicampeonato". 

Primeiramente respondo que o Atlético-MG não é grande, ele é imenso. 

Com folgas, o maior de Minas Gerais, o meu estado. 

Segundo, vocês precisam estudar mais sobre a história da bola, molecada. 

Saibam que, não fosse pelo apito, o Galo já seria tetra do Brasileirão. 

Sim, o Maior de Minas só não está buscando o penta neste ano por causa dos "Homens de Preto. 

Afinal, como esquecer do que aconteceu na final de 1980, com José de Assis Aragão, chamado em Minas até hoje de AraMengão?

Dizem que ele está até hoje expulsando jogadores do Galo de campo para facilitar a vida do Flamengo naquela decisão. 

E pouca gente fala, mas a final de 1999 também foi uma vergonha!

No segundo jogo da final, no Morumbi, Índio, do Corinthians, "jogou vôlei" na área, mas Marcio Rezende de Freitas não marcou claríssima penalidade. 

No contra-ataque, gol de Luizão (que não tinha culpa de nada e que realmente marcava gol de tudo quanto era jeito). 

E a equipe da Massa foi prejudicada também em 2012.

O Fluminense, que acabou vencendo o Brasileiro daquele ano, teve incontáveis ajudas da arbitragem durante as 38 rodadas daquele Nacional, o que acabou minando o Galo, que foi novamente vice. 

Teve 1977 também, quando Reinaldo estranhamente foi impedido de jogar contra o São Paulo.

Mas aí não foi uma questão de apito, e sim de tribunal.

Portanto, saibam que, no papel, o Atlético-MG busca mesmo neste ano o bi do Brasileirão. 

Mas, moralmente, o Galo busca em 2021 o seu quinto título brasileiro. 

Em toda história, apenas a Portuguesa e a União Soviética foram tão "garfadas" pelo apito quanto o Maior de Minas. 

Mas agora, com o VAR, o Galo merecidamente vai deslanchar e empilhar bis, tris, tetras, pentas, hexas… 

Podem anotar!

Opine! 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.