PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

Carille terá trabalho para exorcizar o ‘dinizismo’ do Santos

Conteúdo exclusivo para assinantes

Milton Neves

11/09/2021 22h53

Foto: Ivan Storti/Santos FC

SANTOS 0 X 0 BAHIA

O santista, com toda a razão, anda tenso.

E a coisa parece não melhorar, mesmo com a estreia do novo treinador.

O empate com o Bahia, em plena Vila Belmiro, não alivia em nada a situação e a tensão alvinegra.

No Peixe, Carille terá que fazer o mesmo que fez em 2017, quando calou a boca de muita gente levando o Timão "quarta força" aos títulos do Paulista e do Brasileirão.

Só que agora o treinador terá muito, mas muito trabalho mesmo para surpreender quem cornetou sua chegada na Vila.

O Peixe segue um time pouco confiável e repetiu hoje o desempenho ruim das últimas partidas.

Aliás, o que chamou a atenção foi o fato de o Peixe não ter finalizado uma mísera vez durante o primeiro tempo.

Assim como nos tempos de Fernando Diniz, o time tocou a bola, tocou a bola, tocou a bola, exagerou nos cruzamentos…

E simplesmente não chutou em gol. A primeira finalização veio só aos 7 minutos DO SEGUNDO TEMPO.

Assim não dá!

Parece que o tal do 'dinizismo' ainda não saiu do Santos.

E o novo técnico terá trabalho para exorcizar esse estilo da Vila.

Mas, minha gente, agora também não adianta mais chiar.

Foi apenas o primeiro jogo de Carille, que pega um time em situação realmente complicada.

É apoiar e torcer que dê muito certo!

Então, Carille, bote ordem na moçada aí na Vila! Ainda há tempo!

E, por favor, tire o Santos desta complicadíssima situação!

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.