PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

Demitir para quê? Sylvinho está de bom tamanho para o atual Timão

Conteúdo exclusivo para assinantes

Milton Neves

03/08/2021 17h40

POR THIAGO TUFANO SILVA, DA REDAÇÃO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

Sim, até aqui os números de Sylvinho no comando técnico do Corinthians são constrangedores. Em 16 jogos, o treinador soma seis derrotas, seis empates e apenas quatro vitórias. Mas o que é a ainda pior é o seu aproveitamento como mandante (um triunfo, duas igualdades e cinco reveses em oito partidas).

Ainda assim, acho um tanto quanto precoce falar sobre demitir Sylvinho do Timão. A sua contratação foi um erro? É provável que sim. Mas a maior burrada mesmo da diretoria alvinegra foi ter demitido Vagner Mancini após a queda do Timão para o Palmeiras no Campeonato Paulista. Como se atualmente perder para o estruturado rival, mesmo que em casa, fosse um resultado completamente inesperado para o Corinthians.

Corintianos, entendam, o Alvinegro não deve ser rebaixado neste ano. E isso por demérito de equipes que conseguem ser ainda piores, como Chapecoense, Juventude, Cuiabá, América-MG e Sport (esses são os times que entendo que brigarão contra o Z-4). Mesmo assim, não dá para sonhar com nada nesta temporada. É almejar os 45 pontos, vencer uma ou outra partida importante e rezar para não passar vergonha diante dos rivais (como aconteceu naquele 4 a 0 do ano passado contra o Palmeiras).

Por isso, de que adianta mandar embora Sylvinho neste momento? Para contratar quem? Para lutar pelo quê? E se esse nome não der certo e tiver que ser demitido também, o que a diretoria fará já que a CBF limitou a troca de técnicos neste Brasileirão?

Por todos esses motivos, por mais que eu não veja perspectiva alguma no trabalho de Sylvinho, não vejo motivos para demití-lo. Nesta temporada, o Corinthians respira por aparelhos e pode se dar por satisfeito se sobreviver.

Aí, na temporada que vem, a conversa até que pode ser outra. Se tiver condições de seguir investindo no elenco, como fez com as contratações de Giuliano e Renato Augusto, o Timão precisará realmente de alguém mais experiente para voltar a brigar por títulos. Mas, por enquanto, pela atual ambição alvinegra, Sylvinho está de bom tamanho.

Opine! 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.