PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

Osmar Santos, 72 anos: no rádio, ninguém narrou melhor do que ele

Conteúdo exclusivo para assinantes

Milton Neves

28/07/2021 15h00

Osmar Santos, que comemora 72 anos nesta quarta-feira (28). Foto: Paulo B. Whitaker/Folhapress (via UOL)

Fevereiro de 1973.

Eu tinha nervosos e indecisos nove meses de Rádio Jovem Pan em São Paulo.

Meu primeiro emprego na vida, para valer.

Graças a João Carlos Di Genio e a Fernando Vieira de Mello.

Era setorista, como outros nove jornalistas, todos repórteres de trânsito de vários veículos no quinto andar do então efervescente Detran no seu imponente edifício do Ibirapuera, obra de Oscar Niemeyer.

José Neto, Wilsinho Fittipaldi, Aluani Neto e Milton Neves: o irmão de Emerson foi ao Detran renovar o exame médico, nos anos 70, e foi entrevistado pelo repórter da Jovem Pan

Lá embaixo, fervilhavam despachantes, seus prepostos, policiais civis e militares, personalidades e muita gente, às centenas e centenas, atrás do licenciamento do carro, retirada de plaqueta, exame médico, carteiras de identidade e de habilitação, vistoria do veículo e pagamento da TRU, o IPVA da época.

E naquele dia de fevereiro estávamos no meio da tarde naquela quarta-feira, ali pelas 14h, com tudo calmo na diretoria do órgão onde também ficava a sala de imprensa, quando de repente pintou um "alvoroço" com o elevador privativo desembarcando bastante gente a acompanhar alguma celebridade.

Seria de novo o polêmico famoso Coronel Erasmo Dias chegando?

Logo, com delegados, investigadores, escrivães e policiais militares também engrossando a "torcida", vimos que se tratava de… Osmar Santos, a estrela-revelação do meio esportivo e do momento futebolístico do Brasil.

Sim, o "garotinho" Osmar Santos, da Jovem Pan, um Neymar não malquisto da época!

Osmar era o cara, uma estrela amada, benquista e ídolo da garotada e dos "velhos" também.

Só dava Osmar no rádio, eu não o conhecia pessoalmente e ele tinha chegado há poucos meses lá do interior, de mala e cuia, conduzido por seu descobridor Bento Pereira de Oliveira.

Osmar Santos e Bento de Oliveira. A foto acima, da chegada de Osmar Santos à Rádio Jovem Pan, em 1972, foi tirada em frente à antiga sede da Rede Record de Televisão, Rádio Record e Rádio Jovem Pan no Aeroporto, em São Paulo

Eu, integrante da quinta divisão da rádio, só ia à sede da emissora no final de semana para cobrir trânsito rodoviário por… telefone!

E Osmar não aparecia na Avenida Miruna aos sábados e muito menos aos domingos, dia do seu "boné do guarda", da "ripa na chulipa", da querida "gorduchinha" e do seu icônico "e que gooool…".

No meu plantão, evitava informar como estavam Anchieta, Anhanguera, Raposo, Castello e Dutra.

Tinha medo do Osmar, tinha vergonha do Osmar, tremia, mesmo com texto escrito e treinado.

Eu era a prioridade número 10 da equipe atrás dos grandes Osmar Santos, Orlando Duarte, Claudio Carsughi, Leônidas da Silva, Randal Juliano, Cândido Garcia, Narciso Vernizzi, Joseval Peixoto e de Fausto Silva, misto de plantão e setorista da Portuguesa.

Fausto Corrêa da Silva odiava ficar preso lá no estúdio da Rádio Record e cobrir treino da Lusa.

Mas voltemos ao Detran.

Aí Osmar já estava sentado do lado de minha mesa com o rádio Jovem Pan de frequência fixa – um achado, logo proibido – e passamos a conversar.

Milton no Detran. Ao lado, rádio com frequência fixa na Jovem Pan

Mas o que queria Osmar?

Uma módica placa "OS – 1974", porque o "Bodão" ia para a Alemanha Ocidental no ano seguinte cobrir sua primeira Copa do Mundo, e como titular da equipe no lugar do hoje saudoso Willy Gonser.

E Osmar ganhou do Dr. Nerval, diretor do órgão, o direito de usar a placa "OS 1974" em seu primeiro carro: um Corcel vinho, ano 1973, "zero bala".

O Sargento Salvador Tartaruga (comigo na foto abaixo) foi destacado para resolver a burocracia do emplacamento e ficamos a conversar sobre rádio, televisão, jogadores e cronistas.

Com o Sargento Salvador Tartaruga, no Detran

Só eu falei, e ele ouvindo…

Falei da Bandeirantes, da Tupi, da Gazeta e da Nacional do Rio, de seus narradores, comentaristas, repórteres, plantões… tudo!

Ora, também só fazia isso em Minas Gerais!!!

E ele só escutava, mesmo quando chegou o parceirão dele, o César Maluco, reclamando: "Osmar, vamos logo para o La Licorne (badalada casa noturna da época), em caso de atraso pegamos só as 'canelas duras' (as feias!!!)".

Confesso que não entendi, mas o César se mandou, o Sargento Salvador entregou os documentos quitados, Osmar foi apanhar o carro licenciado, uma multidão o aplaudia e o abraçava e ele foi para a sede da rádio na Avenida Miruna.

Foi uma consagração, superior ao dia que o cantor Roberto Carlos foi ao órgão renovar o exame médico de sua CNH.

Enfim, Osmar e Roberto Carlos emplacaram junto ao povão, mas perderam de goleada da Roberta Close quando ela lá também apareceu no enorme saguão do Detran que levava ao Banespa.

Um sucesso!

Mas, de repente, uns 50 minutos depois, toca meu LP (linha preferencial) da Jovem Pan para o Detran, com o "temível" e "terrível" Fernando Vieira de Mello gritando: "Minhocão, venha para cá, pegue o ônibus, não tem trânsito para você fazer hoje e venha fazer plantão esportivo. Tirei o Fausto e vou testar se tem mentiroso entre você e o Osmar. Ele me disse que você é gênio, que sabe de tudo de futebol, TV e rádio, então venha ser plantão e aí vou ver se o Osmar mentiu para mim, se você mentiu para ele ou se vocês dois falaram a verdade".

Falamos a verdade, sim, e fiquei 33 anos na função, mesmo que depois ampliada para apresentação do "Plantão de Domingo" e do épico "Terceiro Tempo", meu Waldemar de Brito, culminando depois com Band, Record e novamente Band, além de jornal, revista, palestra, Twitter, Facebook e Instagram.

Equipe da Rádio Jovem Pan em 1973, reunida no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi. Época em que as arquibancadas eram apenas de cimento. Da esquerda para direita: Joseval Peixoto, Orlando Duarte, Cláudio Carsughi, Osmar Santos, Israel Gimpel, Milton Neves, Randal Juliano, Constantino Ranieri, Fausto Silva, Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Edemar Annuseck e Aluani Neto

E hoje, Osmar e eu seguimos muito próximos, no Shopping Frei Caneca, em meio a filmes, vinhos e ao North Grill em jantares

E ali ele sempre fala para mim: "Faaaaaaaaustoooooo…", lembrando do amigo que até hoje muito o ajuda.

É uma forma de agradecimento do fiel parceiro do "Balancê", da Rádio Excelsior, que o Osmar transformou de um simples Milton Neves em um grande David Letterman da TV brasileira.

Osmar, parabéns, viva seus 72 anos e saiba que você sempre será um Pelé da história do microfone esportivo deste País.

E Deus te pague por tudo que você fez por mim.

Abaixo, veja muitas outras fotos da carreira e da vida de Osmar Santos: 

Nos anos 90, Osmar Santos apresentou o programa de variedades "Sport Shopping Show", na Record. Foto: Livro "50 Anos", da Record

O anúncio, publicado na Revista Placar, é de 1989

Reunidos no Morumbi, em 6 de maio de 2012, para assistir mais uma partida do Santos: o ex-narrador Osmar Santos e Antônio Viviani. Foto: Reprodução/Site oficial

Da esquerda para a direita, em pé: Roberto Moreira Lima, Carlos Aymard, Roberto Petri, Darcy Reis, Orlando Duarte, Rose Saldiva, Milton Peruzzi, Milton Camargo, Nelson Barbosa e José Silvério. Agachados: Ciro José, Zevi Ghivelder, Osmar Santos, Ricardo Curi e José Goes. Foto: Reprodução da Revista Manchete Esportiva

No dia 5 de maio de 2012, grandes personalidades do futebol e da mídia se encontraram no Museu do Futebol, em São Paulo, para comemorar o aniversário de 75 anos da Rádio Bandeirantes. Osmar Santos estava lá, sempre simpático. Foto: Ednilson Valia/Portal TT

No dia 5 de maio de 2012, grandes personalidades do futebol e da mídia se encontraram no Museu do Futebol, em São Paulo, para comemorar o aniversário de 75 anos da Rádio Bandeirantes. Dois grandes craques reunidos: Mauro Beting e Osmar Santos. Foto: Ednilson Valia/Portal TT

Curtindo o Carnaval 2012

Na primeira fileira, da esquerda para a direita: Arlérico Jacome, Antônio Edson, Braga Júnior, Carlos Aymard, Castilho de Andrade, César Perreira, César Teixeira, Romeu Cezar, Eduardo Barbosa, Eduardo Castro, Fausto Silva, Henrique Guilherme, Jorge de Souza e José Bifurco. Na fileira do meio, da esquerda para a direita: Lucimara Parisi e, em destaque, Osmar Santos. Na fileira de baixo, da esquerda para a direita: Loureiro Júnior, Márcio Bernardes, Nilson Reigada, Odir Cunha, Odinei Edson, Osvaldo Maciel, Ovidio Nascimento, Reginaldo Gomes, Roberto Carmona, Silvio Filho, Silvio Ruiz, Tim Teixeira e Valdir Nogueira.

Sagrados nomes do jornalismo: Sérgio Barbalho, José Silvério e Osmar Santos na festa Associação dos Cronistas Esportivos de 2011. Foto Acervo Sérgio Barbalho

Da esquerda para a direita: Devanir Ribeiro, Adilson Monteiro Alves, Oswaldo Maciel, Wladimir, Sócrates, Osmar Santos, Casagrande, Juninho Fonseca e Rogê Ferreira. Foto: Placar

Da esquerda para a direita, Valter Monteiro Nabas e sua esposa Cilene, Rosa Maria e seu esposo Osmar Santos, Dr. Homero Sillis e sua esposa Luzia. Foto cedida pelo jornal de Osvaldo Cruz enviada por Luiz Carlos

Osmar Santos e Renê Santana, em 10 de dezembro de 2011. Foto: Diogo Miloni/Portal TT

Presente ao jogo para homenagear Telê Santana, no Estádio do Ibirapuera, em 10 de dezembro de 2011. Foto: Diogo Miloni/Portal TT

Enquanto Osmar Santos fala ao microfone, atrás, da esquerda para a direita, aparecem Sócrates, Fernando Henrique Cardoso, Casagrande e Adilson Monteiro Alves. Foto: Reprodução

José Silvério reencontra Osmar Santos. Foto: Adilson Gomes Figueredo / Aceesp

Osmar Santos e José Silvério, durante o prêmio da Aceesp 2011. Foto: Adilson Gomes Figueredo / Aceesp

Osmar Santos abre o sorriso ao ver José Silvério. Foto: Adilson Gomes Figueredo / Aceesp

Osmar Santos aparece nos bastidores do troféu Ford Aceesp de 2011. Foto: Chico Santo / Terceiro Tempo.

Osmar Santos, o primeiro da esquerda para a direita e o segundo é Casagrande, ex-atacante do Corinthians. Foto: Walter Peres

Da esquerda para a direita, Brida, Osmar Santos e Brecha. Foto enviada por Ricardo Sana

Convite para um evento que sortearia duas telas pintadas por Osmar Santos

Osmar Santos à esquerda da foto entrega troféu para um atleta. Foto: Sarkis

No centro, de terno claro e mão no bolso, está Henri Aidar e a direita, com a mão no rosto encontra-se o narrador Osmar Santos. Foto: Sarkis

Da esquerda para a direita, Osmar Santos é o quinto em pé. Foto: Sarkis

Osmar Santos à esquerda da foto é abraçado por fã que está vestindo camiseta amarela. Foto: Sarkis

Osmar Santos (centro) com garotada campeã no futsal. Foto: Sarkis

Osmar, sorridente como sempre, participando da cerimônia de entrega de medalhas dos garotinhos da Associação Atlética Santo Amaro, em São Paulo, na década de 80. Foto: Sarkis

Osmar Santos à direita, em premiação da Federação Paulista de Futsal. Foto: Sarkis

Juarez Soares conduziu Osmar Santos até a porta da Livraria da Vila. Osmar, ao celular, liga para seu motorista vir buscá-lo. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Osmar Santos, Dalmo Pessoa e Juarez Soares. Reencontro de velhos amigos, em 24 de maio de 2011, noite de lançamento do livro "Os Meninos da Folha da Tarde", obra em que Dalmo deu seu depoimento na "orelha" do livro. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Recebendo o carinho do amigo Edgard Soares, em 24 de maio de 2011. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Osmar encantou os amigos com sua presença na noite de 24 de maio de 2011, na Livraria da Vila, nos Jardins. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Miguel Terra e Juarez Soares com o querido amigo Osmar Santos. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Osmar Santos e Juarez Soares em 24 de maio de 2011, na Livraria da Vila, na Alameda Lorena, no bairro dos Jardins, em São Paulo. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Thomazini e Osmar Santos. Foto enviada por Thomazini

Em 1982, Flávio Guimarães entrevistou os narradores Osmar Santos, em primeiro plano, e Fiori Giglioti, ao fundo, ambos à direita da imagem. Foto: Arquivo pessoal

O jornalista Ricardo Setyon ciceroneou Milton pelos mais belos lugares, como nesta imagem na tríplice fronteira entre Israel, Líbano e Síria. Junto aos dois está Rosamaria Santos, então esposa de Osmar Santos e mãe dos dois filhos do histórico narrador: Lívia e Vítor

Silvio Natacci ganha um quadro de Osmar Santos. Foto enviada por Silvio Natacci

Dito Gamba cumprimentando Osmar Santos. Foto enviada por Luiz Carlos Ferreira

Osmar Santos, José Carlos Cicarelli e Alexandre Santos. Que timaço!!! Foto: arquivo pessoal de José Carlos Cicarelli

Osmar Santos, Edson Stamachia e Odinei Edson ao fundo. Festa da ACEESP, em 1985. Foto: Acervo ACEESP

Em 1985, na festa de final de ano da ACEESP, Osmar Santos, Odinei Edson e Edson Stamachia. Foto: Acervo ACEESP

Osmar Santos, Odinei Edson e Edson Stamachia, na festa de final de ano da ACEESP, em 1985. Foto: Acervo ACEESP

Osmar Santos e Edson Stamachia. Foto: Acervo ACEESP

Osmar Santos, Odinei Edson e Edson Stamachia, na festa da ACEESP. Foto: Acervo ACEESP

Osmar Santos e Odinei Edson, na festa de fim de ano da ACEESP. Foto: Acervo ACEESP

Na Associação dos Amigos do Menor pelo Esporte Maior, comandada por Marcos Arbaitman. Da esquerda para a direita: Mário Marinho, Milton Neves e Osmar Santos

Osmar, no começo de carreira e em 2010, na casa do ex-jogador Brecha, do Juventus, em Catanduva. Foto enviada por Brecha

Em 30 de agosto de 2010, Brecha recebeu a ilustre visita de Osmar Santos em sua casa, na cidade de Catanduva-SP. Da esquerda para a direita: Brecha, Osmar Santos e Brida. Foto enviada por Brecha

Osmar Santos estampou propaganda da Rádio Record na Revista Placar em 1988

Osmar, vestindo uma camiseta com o coelhinho da playboy, quando estava se transferindo da Rádio Jovem Pan para a Rádio Globo. Reprodução: Revista Veja/Pedro Martinelli

O sorriso gostoso de sempre. Por conta do acidente automobilístico de que foi vítima, Osmar tornou-se canhoto e passou a pintar lindos quadros. Ao lado de Zé Carlos, na festa de veteranos do Palmeiras, em 1999

Osmar Santos na festa de veteranos do Palmeiras, em 1999

Osmar Santos, sempre sorridente, na festa de veteranos do Palmeiras. À direita na foto está Djalma Santos, o lateral-direito que atuou por 498 jogos com a camisa do Palmeiras

O chefe do departamento de jornalismo da Rádio Jovem Pan, Fernando Vieira de Mello apresenta Osmar Santos como o novo chefe da equipe de esportes, substituindo Willy Gonser. Da esquerda para a direita: Bento de Oliveira (parcialmente encoberto), Fernando Vieira de Mello, Randal Juliano, Cláudio Carsughi, Silvio Luiz, Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Osmar Santos, Constantino Ranieri e Edemar Annuseck

O time da Rádio Jovem Pan na 1º Estação de Metrô, no Jabaquara, em São Paulo (SP). À frente, Tuta, o proprietário, Tutinha, Milton Parron (o quarto), Dona Ruth, Fausto Canova e Moisés da Rocha. Entre tantos, vemos Olga Sangirardi, Mário Fanucci, Randal Juliano (de chapéu), Aluani Neto, Ana Maria, Franco Neto, Franguinho, Geraldo Barreto, Maurício Calil, Ney Gonçalves Dias, Silvio Malagola, Marco Antonio Gomes, José Carlos Pereira, Chico de Assis, Chico Vieira, Afanásio Jazadji (de óculos escuros), Bento de Oliveira, Osmar Santos e tanta gente mais. Milton Neves, de barba, está lá atrás, bem no centro da foto, atrás de Afanásio Jazadji, encostado no vagão do metrô

Osmar e Osvaldo Maciel. Concorrentes no passado, parceiros para sempre

Campanha da Rádio Record de 20 de Outubro de 1989, publicada na edição número 986 da Revista Placar com o único, ímpar e inigualável "Pai da Matéria" Osmar Santos. Fonte: blog do Anderson Cheni

Brecha, Osmar Santos e Brida. Dois irmãos e um dos melhores narradores de todos os tempos.

O dial com os principais locutores do rádio esportivo brasileiro. Uma homenagem do Museu do Futebol aos grandes nomes da "latinha". Crédito fotos: Léo Morelli/ Portal iG

A habilidade de Osmar Santos não ficou restrita as quatro linhas. Ele ajudou a redemocratizar o Brasil em 1984 e o Museu do Futebol homenageou o locutor das "Diretas Já". Crédito foto: Léo Morelli/ Portal iG

Da esquerda para à direita: Sérgio Carvalho, Darcy Reis, José Maria de Aquino, Milton Neves, o então presidente da entidade José Maria Marin, Pedro Luiz Paoliello, Olímpio da Silva e Sá , Salomão Schvartzman e Osmar Santos

Empresário Marcos Arbaitman (em pé) e o educador Leonardo Placucci (da Uni Sant´Anna) e esposa, homenagearam Osmar Santos, em 2006

Toninho ao lado de Osmar Santos durante evento em 2006 na cidade de Jaguariuna

O garoto Osmar

A emissora ficou possessa e divulgou manifesto de inconformismo contra o Grupo Globo. Como Edemar Annuseck, personagem desta página foi citado, reproduzimos aqui publicação da época do jornal "O Estado de S.Paulo", alusiva à polêmica e rumorosa contratação de Osmar Santos pela Rádio Globo AM de São Paulo. Na verdade, Osmar Santos, naqueles tempos, era o dono do rádio esportivo de São Paulo. É só foi embora porque seu talento e importância eram muito maiores do que qualquer emissora de rádio, isoladamente. E sua saída foi inevitável, até pela remuneração não compatível que recebia e pela perspectiva, confirmada, de ocupação de novos espaços em um grupo que não era, é ou será só rádio. E quem, fiel à Jovem Pan, não acompanhou Osmar Santos, ficando na emissora com bom aumento de ordenado, teve, mais tarde, o dissabor de ver seus ganhos salariais abatidos pela inflação e ainda considerados como "antecipação", perante futuros dissídios

Fran Augusti, Milton Neves e Osmar Santos na praia do hotel Diplomat, às margens do Mediterrâneo

Milton Neves e Ruy Carlos Ostermann, à esquerda, e Fiori Giglioti e Osmar Santos, os dois últimos à direita, participaram daquele seminário organizado pela revista Imprensa. O evento foi realizado em 1995, no Anhembi, em São Paulo

Ao lado de Milton Neves e muitos outros, Narciso fez história na Jovem Pan

Agosto de 1985, defronte à residência do saudoso corintiano Bernardo Goldfarb, no Morumbi: no alto, Mário Marinho do Jornal da Tarde e Paulo Adário do Jornal do Brasil. Na segunda fila, no alto, o segundo é Osmar Santos. Abaixo dele, Samuel Ferro e o barbudo Fran Augusti do Estadão. Os dois barbudos e mais altos são os irmãos gêmeos Sergio e Jack Terpins e Milton Neves está no pé da escada ao lado de Bernardo Golsfarb. Esse grupo fez parte da delegação de 485 pessoas do Brasil que participaram da 15ª Macabíada Mundial em Israel, em 1985. O último, à direita, é Marcos Arbaitman. Na fileira do meio, o último à direita (calvo) é Giba Stein

Ademir da Guia com a esposa e o filho, Osmar Santos e Reinaldo, em encontro de ex-jogadores do Palmeiras

E que dupla de árabes, hein?

…mas acabou sucumbindo e rezou. Ou seria orou? Á esquerda, o multipoliglota Ricardo Setyon, jornalista brasileiro radicado no mundo

Osmar e Milton rezando. Ou seria orando? À esquerda, o multipoliglota Ricardo Setyon, jornalista brasileiro radicado no mundo

Da esquerda para a direita: Osmar Santos, Oswaldo Trintím Júnior, César Sampaio (ex-Palmeiras) e Edu Zanello. Era a apresentação do programa "Bom de Nota Bom de Bola" (que proporciona esporte gratuitamente para cerca de três mil crianças em todo o Brasil)

Era show de bola no ar

O Jornal de Esportes está no ar até hoje

Da esquerda para a direira, em 75, no Jornal de Esportes da Pan: Cândido Garcia, Randal Juliano, Joseval Peixoto, Edemar Annuseck e Osmar Santos. Milton Neves também fazia parte da equipe, mas não podia ficar o tempo todo no estúdio. MN acompanhava o programa na mesa de som ao lado do operador Antônio Piqueira. Só entrava no estúdio para, de pé, dar a hora certa. Quando um dos lucutores faltava, aí o garoto Milton podia ler as manchetes, mas sem o direito de fazer perguntas aos entrevistados. Quanto tentava, tinha que escrever a pergunta, que antes era submetida à aprovação do produtor Cândido Garcia. Ele vetava a maioria

Osmar, Edemar Annuseck, Leônidas da Silva e Cláudio Carsughi posam para a foto oficial da "Seleção Jovem Pan" escalada para cobrir o Mundial da Alemanha. O retrato foi tirado em frente ao estádio do Morumbi

Osmar Santos e Bento de Oliveira: Bento descobriu Osmar e Osmar colocou Milton Neves no futebol da Jovem Pan, em 1973. A foto acima, da chegada de Osmar Santos à Rádio Jovem Pan, em 1972, foi tirada em frente à antiga sede da Rede Record de Televisão, Rádio Record e Rádio Jovem Pan no Aeroporto, em São Paulo

Edemar e Osmar Santos eram as estrelas da Pan na época

Edemar Annuseck, Peirão de Castro, Osmar Santos e Odárcio Ducci (presidente do Ilha Porchat)

Da esquerda para a direita, no estúdio da Pan: Edemar Annuseck, Osmar Santos e Cândido Garcia

Da esquerda para a direita, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), você confere Osmar Santos, Natal Baldini e seu pai, Roque Baldini

Equipe da Rádio Jovem Pan em 1973, reunida no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi. Época em que as arquibancadas eram apenas de cimento. Da esquerda para direita: Joseval Peixoto, Orlando Duarte, Cláudio Carsughi, Osmar Santos, Israel Gimpel, Milton Neves, Randal Juliano, Constantino Ranieri, Fausto Silva, Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Edemar Annuseck e Aluani Neto. Dentre eles, até outubro de 2011, apenas Joseval Peixoto e Cláudio Carsughi permaneciam na Jovem Pan. Já faleceram, também até outubro de 2011: Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Randal Juliano, Israel Gimpel e Aluani Neto

Depois do acidente que sofreu, Osmar passou a se dedicar aos quadros

Osmar participou no dia 31 de agosto de 2003 do Terceiro Tempo, da Record

O autor é Paulo Matiussi

Osmar Santos foi um dos maiores narradores esportivos da história

Anúncio publicitário enaltecendo a competente equipe de Osmar Santos na Rádio Globo nos anos 80

Osmar Santos comanda o palanque na campanha pelas ´Diretas Já´em 1984. Atrás, Sócrates, Fernando Henrique Cardoso, Casagrande e Adilson Monteiro Alves. Foto: Divulgação

Fernando Fernandes e Osmar Santos em 8 de agosto de 2019. Foto: arquivo pessoal de Fernando Fernandes

Osmar Santos e Milton Neves em 29 de julho de 2019, no North Grill do Shopping Frei Caneca

José Calil e Osmar Santos em 2019. Foto: arquivo pessoal de José Calil

Oscar Ulisses, Rodrigo Rodrigues e Osmar Santos em 2019. Foto: arquivo pessoal de Rodrigo Rodrigues

Osmar Santos e Jorge Vinicius nos anos 2000. Foto: arquivo pessoal de Jorge Vinicius

Julio Cesar, ex-ponta do Corinthians, Tomires e Osmar Santos, durante visita ao Comercial, em 16 de abril de 2019

Na década de 1980 e em 26 de agosto de 2016

Nos anos 80, com o microfone da Rádio Globo. Foto: Divulgação

Timaço de jornalistas da Rádio Globo em 1983. No anúncio, o "treinador" Osmar Santos escala Roberto Carmona, Sílvio Ruiz, Cléber Machado, Odinei Edson, Henrique Guilherme, Márcio Bernardes, Castilho de Andrade e Fausto Silva, o Faustão. Foto: Reprodução

Na década de 80. Foto: Divulgação

O jornalista Fábio Piperno conversa com Osmar Santos em 1998. Foto: arquivo pessoal de Fábio Piperno

Carlos Alberto Spina e Osmar Santos no Pacaembu em 18 de março de 2018. Foto: arquivo pessoal de Carlos Alberto Spina

Fernando Galuppo, Osmar Santos, Mauro Beting e Evair em 12 de junho de 2013 na Academia Store, dia do lançamento do livro `Sociedade Esportiva Palmeiras 1993 – Fim do Jejum, Início da Lenda´

Clodoaldo Tavares Santana e Carlito Macedo ao lado do eterno Osmar Santos

Grandes amigos: Michele Marino e Osmar Santos, em 2014

Trio reunido na cabine da Rádio Jovem Pan no Allianz Parque em 12 de julho de 2017, antes de Palmeiras 0 x 2 Corinthians. Mauro Beting, Nilson Cesar e Osmar Santos. Foto: Instagram de Nilson Cesar

Em 26 de agosto de 2016, no Espaço das Américas,acompanhando a festa de 102 anos do Palmeiras. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Em 26 de agosto de 2016, no Espaço das Américas,acompanhando a festa de 102 anos do Palmeiras. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Em 26 de agosto de 2016, no Espaço das Américas,acompanhando a festa de 102 anos do Palmeiras. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Em 26 de agosto de 2016, no Espaço das Américas,acompanhando a festa de 102 anos do Palmeiras. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Homenagem do Corinthians ao grande Osmar Santos. Foto: reprodução

O jornalista Vagner Lima e o ex-narrador Osmar Santos. Foto: reprodução

O sorridente Osmar Santos com o microfone da Jovem Pan. À direita na foto, Luís Carlos Quartarollo

Os irmãos Oscar Ulisses, Osmar Santos e Odinei Edson. Foto enviada por BB, do Portal Artefacto

Odayr Baptista e Osmar Santos, em 2014. Foto: arquivo pessoal de Osmar Santos

Encontro na década de 90. Paulo Roberto Martins, Mauro Lima, paulo Soares e Osmar Santos. Foto: arquivo pessoal de Osmar Santos

Os irmãos Osmar Santos, Oscar Ulisses e Odinei Edson. Foto: reprodução

No Pacaembu, em 10 de fevereiro de 2016, dia em que assistiu à vitória do São Paulo sobre a equipe peruana da Universidad César Vallejo por 1 a 0

Vitor Guedes e Osmar Santos no Clube Atlético Juventus na noite de 30 de julho de 2015, quando foi apresentada a terceira camisa da equipe grená

Milton Neves, Osmar Santos e o filho de Neto Separovic na 2ª Wine Show no Shopping Frei Caneca, em 23 de julho de 2015

Milton Neves e Osmar Santos na 2ª Wine Show no Shopping Frei Caneca, em 23 de julho de 2015

Osmar Santos na 2ª Wine Show no Shopping Frei Caneca, em 23 de julho de 2015

Milton Neves e Osmar Santos na 2ª Wine Show no Shopping Frei Caneca, em 23 de julho de 2015

A jornalista Mariana Godói e Osmar Santos, em 2015.

Preparação para a Copa de 1978. Atrás, da esquerda para a direita, Leão, Oscar Bernardi, Roberto Dinamite e Zico. À frente, o grande Osmar Santos. Foto: acervo pessoal de Oscar Ulisses

O grande narrador esportivo Osmar Santos e Elaine Nicolai, no lançamento do livro-biografia do jornalista Milton Neves, no dia 11 de novembro de 2013.

Ao centro, Osmar Santos se prepara para dar o chute inicial de uma partida

Osmar Santos e Rogério Achilles na noite de 1º de dezembro de 2014, no Esporte Clube Sírio, local onde aconteceu a premiação do Troféu Ford ACEESP

No dia 20 de maio de 2011, Milton Neves reencontrou seu `professor´ Osmar Santos, no restaurante North Grill, em São Paulo. Da esquerda para a direita: Netto Neves, o grande Osmar Santos e Milton Neves

Osmar ao lado do jornalista Roberto Gozzi, na USJT em 2012

Osmar Santos e Basilio m 10 de maio de 2014 na Arena Corinthians. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Osmar Santos e Basilio m 10 de maio de 2014 na Arena Corinthians. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

Osmar Santos e o irmão, Oscar Ulisses, no lançamento da bola "gorduchinha" da Penalty. Foto Marcelo Rozenberg

Osmar Santos no lançamento da bola "Gorduchinha" em 13 de março de 2014, em São Paulo. Foto: Marcelo Rozenberg

Atrás de José Edvaldo Tietz estão: Rogério Achilles Maurício (equipe TVB), Osvaldo (ex-Grêmio e Ponte),Gomes (ex-Guarani e Corinthians), Osmar Santos e Gustavo Biano (EPTV). Foto enviada por José Edvaldo Tietz

 

 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.