PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

Outros esportes também querem surfar na onda de sucesso do 'Apito Amigo'

Conteúdo exclusivo para assinantes

Milton Neves

27/07/2021 12h10

O "Apito-Amigo", expressão criada por mim no início dos anos 2000 quando apresentava na Record o "Debate Bola" e o "Terceiro Tempo", ganhou a torcida brasileira de maneira espantosa. 

Tanto que, em toda toda rodada do Brasileirão, dos estaduais, da Libertadores ou da Sul-Americana, quando acontece um possível favorecimento a algum time, minhas redes sociais fervem com internautas pedindo para que eu comente o "Apito-Amigo" de tal time. 

E não foi diferente nesta madrugada, com a expressão ganhando agora fama também em novas modalidades. 

Sim, pois foram muitos os internautas que se irritaram com o "Apito-Amigo" que favoreceu o japonês Kanoa Igarashi contra o brasileiro Gabriel Medina. 

Tanto que os criativos internautas não demoraram a colocar a bandeira do Japão na minha já tradicional foto segurando um apito (na original, claro, consta o escudo do Corinthians…). 

E, pela minha experiência nos mares de Minas Gerais (risos), confirmo que Medina foi roubado mesmo!

E digo mais: o japonês foi favorecido também por uma prancha especial produzida no Brasil nas fábricas de Itaquera e do Parque São Jorge!

Brincadeiras à parte, parabéns ao bravo potiguar Ítalo Ferreira pela merecidíssima medalha de ouro! 

E, tão bonito quanto o seu desempenho nas águas, foi o seu discurso pós-medalha! 

Extremamente emocionante!

Ah, e se cuidem, Ítalo e Medina, pois sigo praticando aqui nos mares de Muzambinho para enfrentar vocês, viu? (Risos). 

Opine! 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.