PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Blog do Milton Neves

Brilho na seleção: o quesito que faz CR7 maior que Messi

Milton Neves

23/06/2021 18h09

Claro que nós, os mais antigos, tivemos o privilégio de ver os maiores gênios da história do futebol mundial nos anos 60, 70 e 80. 

Eu sou saudosista mesmo, fazer o quê?

Mas é claro que não dá para dizer que os mais novos não contam com grandes exemplos de craques para acompanhar atualmente. 

Afinal, eu já coloco, sim, Cristiano Ronaldo e Messi no top-15 da história do esporte bretão. 

Mas, e entre os dois, qual o melhor?

Essa pergunta divide o mundo futebolístico. 

A maioria, pelo que percebo, vota em Messi. 

Já eu voto em Cristiano Ronaldo. 

E o motivo é muito simples.

Em clubes eles brilham de maneira igual. 

São dois grandes vencedores com Barcelona, no caso de Messi, e com Manchester United, Real Madrid e Juventus, no caso de CR7. 

E o desempate, em minha opinião, se dá no brilho dos dois craques em suas seleções. 

Enquanto Messi patina com a ótima seleção argentina, Cristiano Ronaldo carrega nas costas a outrora média e hoje até que boa seleção portuguesa. 

E os dois gols que ele anotou no empate diante da França, nesta quarta-feira, levaram o craque português à artilharia máxima de seleções na história da bola, empatado agora com o iraniano Ali Daei, com 109 gols cada.

Impressionante!

Ele é mesmo um triturador de recordes, com as camisas dos clubes e também com a da seleção. 

E por isso eu o coloco em um patamar superior ao de Messi. 

E você, concorda comigo?

Opine! 

 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.