PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Blog do Milton Neves

Até goleando a Sele-Sono de Tite é irritante...

Milton Neves

17/06/2021 22h55

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Brasil 4 x 0 Peru.

Estou em São Paulo, e com o friozinho que está fazendo por aqui, esse jogo foi um convite a um bom cochilo…

Seleção Brasileira virou Sele-Sono faz tempo…

Outra coisa: vocês se lembram das aulas de química?

Tinha um negócio chamado CNTP (Condições Normais de Temperatura e Pressão).

Isso me veio à mente assistindo a Seleção Brasileira nesta noite pela Copa América.

Pois, em "condições normais", em tempos não tão distantes assim, o Brasil venceria essa seleção peruana por uns 8 a 0, no mínimo.

Mas os tempos mudaram, não é mesmo?

Dizem, "não há mais bobos no futebol"…

É verdade, a frase surrada acima é até válida, mas nós pioramos muito, principalmente com essa filosofia de que o resultado pode vir dessa forma, a reboque de um futebol tão pouco empolgante.

Aos 11 minutos do primeiro tempo, Alex Sandro aproveitou passe de bandeja de Gabriel Jesus e, da pequena área, só completou para abrir o placar.

Quando a maioria dos telespectadores certamente estava "pescando" no sofá ou na cama, Neymar fez o segundo, da entrada da grande área, chutando no cantinho direito da meta peruana, aos 22 minutos da etapa final.

Neymar é aquele que segue sendo o único capaz de desequilibrar, a fazer algo que nos desperte (literalmente…).

No apagar das luzes, Éverton Ribeiro marcou o dele, após passe açucarado de Richarlison, e o próprio Richarlison fechou a conta em seguida.

Se você resistiu bravamente, e assistiu aos 90 minutos e mais os acréscimos desse jogo, está de parabéns!

No final, deu até para ficar de olhos abertos…

OPINE!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.