PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Blog do Milton Neves

Internacionalmente, o Corinthians tem a mesma relevância do São Caetano

Milton Neves

14/05/2021 10h10

Mico, vexame, papelão…

Ouvi e li muitas dessas definições para o que aconteceu com o Corinthians na Sul-Americana deste ano, especialmente após a goleada sofrida para o Peñarol pelo placar de 4 a 0. 

Mas confesso que o fracasso alvinegro no torneio continental pouco me surpreendeu. 

É que, fora do Brasil, o Corinthians não bota medo em absolutamente ninguém. 

Sem exageros, o Timão tem internacionalmente a mesma relevância do São Caetano, finalista da Libertadores em 2002, ou do Once Caldas, que venceu o torneio em 2004. 

Gente, 2012 foi uma enorme zebra promovida pelo ótimo time armado por Tite. 

No ano seguinte, com praticamente a mesma equipe, que ainda foi reforçada com Guerrero, Pato e Renato Augusto, o Timão voltou ao normal, caindo ainda nas oitavas do torneio para o Boca Juniors. 

E, dizem alguns maldosos, como Mauro Beting, que acontece que o Alvinegro não faz sucesso fora do país por não ter dos árbitros estrangeiros o mesmo carinho que recebe dos homens do apito do Brasil. 

Mas aí eu já acho muito cruel… 

Brasileiros gigantes internacionalmente são Santos, São Paulo, Grêmio e Palmeiras.

Os demais, até mesmo o Flamengo, são emergentes…

Opine! 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.