PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Blog do Milton Neves

Eleja os piores árbitros que você já viu

Milton Neves

08/05/2021 08h30

Foto meramente ilustrativa…

Assim como ser narrador de rádio, goleiro, bandeirinha e artilheiro, ser árbitro é das tarefas mais difíceis do futebol.

Mesmo assim, o povo não perdoa quando erros inevitáveis acontecem.

Na última quinta-feira (6), publiquei neste espaço o top 5 dos melhores árbitros que eu vi.

Só que, nos comentários, em vez relembrar os acertos dos bons homens de preto, o pessoal "desceu a lenha" em quase todos eles.

Bom, então já que é assim, eu quero que vocês desabafem e me digam os piores árbitros que vocês já viram nos gramados brasileiros.

Para ajudar, fiz uma lista em ordem alfabética, que você confere abaixo, relembrando alguns erros dos mais conhecidos juízes do esporte bretão que já trabalharam nos gramados de nosso país (isso inclui alguns gringos, claro).

Nos comentários, peço que justifiquem suas respostas não necessariamente com os citados por mim, mas também com outros nomes lembrados por vocês, certo?

Então vamos lá:

Anacleto Pietrobom

Anacleto, conhecido também como Valussi, foi um dos melhores árbitros de sua geração. Mas, assim como todos os demais, também foi duramente criticado por muitas torcidas paulistas nos anos 50 e 60.

Armando Marques

Erra mais quem apita mais. Por isso, claro, Armando Marques errou muito em sua carreira, já que sempre era escalado para as decisões do futebol brasileiro. Mas seus equívocos mais gritantes foram na final do Paulista de 1973, entre Santos e Portuguesa (errou na contagem dos pênaltis), no gol legal de Leivinha que anulou na decisão do Estadual de 1971, entre Palmeiras e São Paulo, e no duelo decisivo do Brasileirão de 1974, quando tirou o gol legítimo do cruzeirense Zé Carlos contra o Vasco.

Arnaldo Cezar Coelho

Como disse no post anterior, Arnaldo é uma das pessoas mais corretas da história do apito e do microfone. Mas ele prejudicou o Santos na final do Brasileiro de 1983, não dando pênalti de Marinho em Pita. Com aquela penalidade convertida, o Peixe teria vencido no Maraca. Mais um título que o Flamengo ganhou no apito.

Carlos Amarilla

Sim, Amarilla não é brasileiro. Mas foi aqui que o árbitro paraguaio teve uma das suas atuações mais catastróficas. Afinal de contas, quem não se lembra daquele Corinthians x Boca de 2013?

Carlos Eugênio Simon

Simon foi o melhor árbitro que eu vi. Mas não tem como negar que a torcida do Palmeiras tem certa razão na birra para com ele. Ele se atrapalhou demais naquele Fluminense x Palmeiras de 2009. Não é mesmo, Obina?

Dulcídio Wanderley Boschilia

Dulcídio não foi citado por mim na lisa dos cinco melhores que eu vi. Mas, claro, era muito, muito bom árbitro. Mas aquela expulsão do Ruy Rey eu não engoli até hoje…

Javier Castrilli

Outro árbitro gringo que teve a pior atuação de sua carreira em gramados brasileiros. Aquele Corinthians x Portuguesa de 1998 foi um dos maiores desastres da história do futebol mundial. Coitada da Lusa, teria mais chances que o Timão na final contra o São Paulo de Raí.

José de Assis Aragão

Aragão era outro ótimo árbitro, mas será sempre lembrado pelo gol que marcou para o Palmeiras contra o Santos, em 1983 (não, ele não validou um gol ilegal. Ele simplesmente enfiou a bola nas redes mesmo…), e pela operada que ele deu no Galo na final do Brasileiro de 1980. Até hoje, o pessoal de BH o conhece como "Aramengão".

José Marçal Filho

Ex-Árbitros

Marçal, ao centro, antes de mais uma partida carioca dos anos 60

Marçal estava em campo na decisão do Campeonato Carioca de 1971 entre Botafogo e Fluminense. Na ocasião, o Flu venceu por 1 a 0 com um gol de Lula aos 43 minutos da etapa final. Mas os botafoguenses reclamam até hoje de falta do tricolor Marco Antônio no goleiro Ubirajara no lance.

José Roberto Wright

Wright é considerado pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol o melhor árbitro brasileiro de todos os tempos. Mas aposto que o órgão internacional não entrevistou nenhum atleticano para realizar essa eleição (risos).

Olten Ayres de Abreu

Olten também foi um dos grandes de sua geração. Mas os são-paulinos nunca perdoaram o árbitro por sua péssima atuação em um Choque-Rei de 1966, quando o Palmeiras venceu o Tricolor por 4 a 2 (dois gols do Alviverde teriam sido irregulares).

Paulo Cesar de Oliveira

Recordista em arbitrar dérbis, PC de Oliveira lembra do jogo das ...

Outro que eu considero um dos melhores que eu vi. Mas tem muito palmeirense por aí que jura de pés juntos que ele é corintiano e sempre favoreceu o Timão. Eu nunca percebi nada do tipo. Pelo contrário, sempre o achei extremamente imparcial.

Romualdo Arppi Filho

Tecnicamente, dos melhores de todos os tempos. Mas às vezes se perdia querendo fazer média, ficando em cima do muro…

Chegou a sua vez, amigo internauta.

Lembrando que a lista bolada por mim serve apenas para ajudar nas suas escolhas.

Cite outros nomes também, certo?

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.