PUBLICIDADE
Topo

Pepe, 86: veja verdadeiras relíquias da carreira do “Canhão da Vila”

Milton Neves

25/02/2021 09h25

Pepe: um ídolo de todas as torcidas brasileiras

Dia de festa na cidade de Santos.

Afinal, um de seus filhos mais ilustres comemora nesta quinta-feira 86 anos.

É claro que estou falando de José Macia, o grande Pepe, o maior artilheiro da história do Santos se considerarmos apenas os humanos, com "apenas" 403 gols marcados com a camisa mais pesada do futebol mundial.

E hoje é preciso comemorar também um dos gols mais importantes de Pepe, anotado no ano passado.

Afinal, ele nos deu um baita susto ao ser internado com Covid-19 em novembro de 2020.

Mas, com a sua canhota potente, Pepe deu belíssima bicuda no vírus, voltou para casa e segue gozando de ótima saúde, graças a Deus!

Bem, e para celebrar esta data tão especial, compartilho com vocês diversas relíquias da carreira de Pepe, que estão disponíveis na exemplar seção "Que Fim Levou?" do www.terceirotempo.com.br.

São imagens raríssimas que farão você se emocionar!

E viva o Pepe!

Viva o Canhão da Vila!

Da esquerda para a direita, Nenê, Pepe e um membro da comissão técnica do Café Cianorte. Foto: Arquivo pessoal

 

Da esquerda para a direita, em pé: Djalma Santos, Cabeção, Martim, Riberto, Waldemar Fiúme e Bauer. Agachados: Maurinho, Zezinho, Gino, Jair Rosa Pinto e Pepe. Foto enviada por Roberto Saponari

 

Pepe, na Vila Belmiro, ao lado de mascotes palmeirenses em 1964, no dia da despedida do zagueiro Calvet

 

Confira a coluna de Pepe, o Canhão da Vila, na Revista Santástico de março de 2013. Foto: Reprodução

 

A décima quarta edição da revista do Santos, referente a janeiro e fevereiro de 2013, destacou a coluna Canhão da Vila, do eterno ponta esquerda Pepe.

 

Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Haroldo, Ismael, Modesto e Gylmar. Agachados, da esquerda para a direita: Toninho Guerreiro, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Reprodução/Revista do Santos

 

Em pé, da esquerda para a direita: Haroldo, Dalmo, Lima, Ismael, Gylmar e Mauro. Agachados, da esquerda para a direita: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Almir, Pepe e o massagista Macedo. Foto: Reprodução/Revista do Santos

 

Em pé, da esquerda para a direita, Lima, Zito, Calvet, Olavo e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Reprodução/Revista do Santos

 

Em pé, da esquerda para a direita, Joel Camargo, Zito, Olavo, Geraldino, Mauro Ramos e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Reprodução/Revista do Santos

 

Em pé, da esquerda para a direita, Getúlio, Feijó, Ramiro, Mourão, Zito e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita, Dorval, Jair, Coutinho, Pelé, Pepe e o massagista Macedo. Foto: Reprodução/Revista do Santos

 

Em pé, da esquerda para a direita, Dalmo, Zito, Urubatão, Formiga, Getúlio e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita, Dorval, Jair, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Reprodução/Revista do Santos

 

A edição de janeiro de 2013 da Revista Placar (1374), com grande destaque, a coluna "Causos do Miltão", que conta a histórica goleada do Brasil sobre a França, por 5 a 2, levando a Seleção Brasileira a final da Copa de 58 e com isto, a liberação do elenco até as 23h em Estocolmo, três horas além do normal. Bom, alguns atletas nem saíram do hotel, já outros, que saíram, voltaram no horário, menos um. Leia a coluna e descubra qual é este grande jogador brasileiro, além da alegria de ter vencido o Mundial daquele ano. Imagem: Revista Placar

 

Em pé, da esquerda para a direita: Chico Formiga, Dalmo Gaspar, Zito, Mauro Ramos, Getúlio e Laércio. Agachados: Sormani, Mengálvio, Ney Blanco, Pelé e Pepe

 

Foto: Reprodução

 

Pepe atende pedido de uma jovem juventina e autografa sua camisa. Foto: Site oficial do Juventus

 

No centro da imagem, está o ainda garoto Pelé, tendo Nilton Santos (de boné) e Gylmar ao seu lado. Atrás do Rei (apoiando a cabeça com a mão), está Pepe, tendo Garrincha aparecendo atrás. Mais para a esquerda, de touca, aparece o preparador físico Paulo Amaral. Foto: In My Ear

 

Luís Álvaro abraça Coutinho e Dalmo cumprimenta Lima, ao lado de Pepe (primeiro à esquerda) durante homenagem realizada no dia 14 de outubro de 2012 na Vila Belmiro

 

Coutinho, Pepe, Dalmo, Luís Álvaro e Lima durante homenagem realizada na Vila Belmiro no dia 14 de outubro de 2012

 

Coutinho, Pepe, Lima, e Dalmo recebem mãos de Luís Álvaro homenagem pelos 50 anos do primeiro título mundial do Peixe, no intervalo do jogo entre Santos e Vasco no dia 14 de outubro de 2012, na Vila Belmiro

 

Confira notas sobre o clássico Santos x Benfica, onde os santistas estavam atrás de prêmio espetacular e sobre o preço do futebol e o do pires de leite. Imagem reprodução do jornal "O Globo"

 

O encontro aconteceu em 2012, no aniversário do ex-goleiro Lalá. Na parte esquerda da imagem, em pé, estão Maneco e Geraldino, ambos de óculos escuros. No canto direito, com apenas metade do corpo aparecendo, está Aluísio Guerreiro. Já no centro, da esquerda para a direita, estão Zito, Lalá e Pepe. Coutinho aparece atrás deles

 

Campeões do mundo de diversas gerações da seleção brasileira participam de evento promovido por Cafu para celebrar os 10 anos do pentacampeonato, no dia 30 de junho de 2012: em pé, da esquerda para a direita, Flávio Murtosa aparece parcialmente encoberto, Jair Marinho, Pepe, Gilmar Rinaldi, Dádá Maravilha, se apoiando em Coutinho, Clodoaldo e Piazza. Sentados, Juninho Paulista e, com a taça da mão, o saudoso Félix. Foto: UOL

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Na imagem, Zito cumprimenta um de seus oponentes naquela final, enquanto Pepe aparece atrás. Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Da esquerda para a direita: Zito, Pelé, Pepe (ao fundo) e Mazzola. À direita, aparecem também os jornalistas Telmo Zanini e Marcos Uchôa. Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Na imagem, da esquerda para a direita, aparecem Pepe, Pelé, Mazzola e Zito Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Na imagem, Pepe aparece com um de seus oponentes na decisão daquele Mundial. Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Na imagem, Zito (1º), Mazzola (3º), Pepe (4º em pé) e Pelé aparecem com os jogadores suecos que disputaram a decisão daquele Mundial. Foto: Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Na imagem, Mazzola, Pelé e Pepe aparecem com seus respectivos nomes na parte de trás das camisas. Foto: Divulgação/CBF

 

Em 14 de agosto de 2012, alguns jogadores que conquistaram a Copa do Mundo 1958, a primeira do Brasil, foram homenageados pela Associação Sueca de Futebol. Da esquerda para a direita aparecem: Mazzola, Pelé, Zito e Pepe. Foto: Divulgação/CBF

 

Da esquerda para a direita, ao fundo: Zetti, Marcos, Ricardinho, Zito (encoberto por Cafu), Felipão, Piazza, Luizão, Murtosa, Jair Marinho, Pepe e Gilmar Rinaldi. À frente: Roberto Miranda, Regina, Cafu levantando réplica da taça, Ado, Daniela Mercury e Felix. Foto enviada por Diego Abib

 

Da esquerda para a direita, ao fundo: Zetti (quase não aparecendo), Marcos, Ricardinho, Zito e Felipão (encobertos por Cafu), Piazza, pessoa não identificada, Luizão, Murtosa (atrás de Jair Marinho), Jair Marinho, Pepe e Gilmar Rinaldi. À frente: Altair, Roberto Miranda, Regina, Cafu com a réplica da taça, Ado (sentado e encoberto por Cafu), Daniela Mercury e Felix. Foto enviada por Diego Abib

 

Da esquerda para a direita, ao fundo: Ricardinho, Zito e Felipão (encobertos por Cafu), Piazza, Juninho Paulista, Murtosa (atrás de Jair Juninho Paulista), Jair Marinho, Pepe (atrás de Jair Marinho), Gilmar Rinaldi, Coutinho, Dadá Maravilha (atrás de Coutinho), Clodoaldo. À frente: Regina, Cafu segurando a taça, Ado (sentado e parcialmente encoberto por Cafu), Daniela Mercury e Felix. Foto enviada por Diego Abib

 

Da esquerda para a direita, ao fundo: Ricardinho, Zito, Felipão, Piazza, Murtosa, Pepe, Gilmar Rinaldi, Dadá Maravilha, Clodoaldo e Carlos Pracidelli. À frente: Cafu (de costas), Ado, Coutinho, Juninho Paulista (agachado), Félix e Coutinho. Foto enviada por Diego Abib

 

Da esquerda para a direita, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto enviada por Renato Meneses Fernandes

 

Pepe ao lado de Lino, seguidos de Milton Neves, durante o Domingo Esportivo gravado pela Rádio Bandeirantes no Memorial de Conquistas da Vila Belmiro, no dia 15 de abril de 2012. Foto: Danielle Nhoque/Portal TT

 

Da esquerda pra direita, Clodoaldo, Lalá e Pepe, durante bate-papo com Milton Neves, no programa da Rádio Bandeirantes que homenageou o Peixe no dia 15 de abril de 2012. Foto: Danielle Nhoque/Portal TT

 

Pepe tira foto com admirador, após participação no Domingo Esportivo gravado no Memorial de Conquistas da Vila Belmiro, no dia 15 de abril de 2012. Foto: Danielle Nhoque/Portal TT

 

Da esquerda pra direita, Clodoaldo, Lalá, Pepe, Milton Neves e Ernesto, fazendo o programa especial que foi transmitido pela Rádio Bandeirantes, no dia 15 de abril de 2012. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Pepe é entrevistado por Milton Neves, no "Vaticano da Bola". O programa foi transmitido pela Rádio Bandeirantes no dia 15 de abril de 2012. Foto: Danielle Nhoque/Portal TT

 

Formação rara do Santos. Da esquerda para a direita, Zé Carlos Silvério, Irno, Calvet, Urubatão, Getúlio e Mauro Ramos de Oliveira. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Walter Peres

 

Após gravação de programa especial do Centenário Santista com Milton Neves, no Memorial da Vila, Pepe é rodeado por fãs. 15 de abril 2012. Foto: Danielle Nhoque/Portal TT

 

Veja que, em 20 de março de 1962, Benê estava na seleção de 41 jogadores que poderiam vestir a camisa brasileira no Mundial do Chile – Publicação no Jornal O Globo de 21/03/2012.

 

Da esquerda para a direita, Pepe, Edu, Milton Neves, Lalá e Lima. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

 

Da esquerda para a direita, a esposa de Edu (em pé), a esposa de Lima (sentada), Edu, Everaldo, Milton Neves e Rodolfo Rodriguez. Ao fundo e à esquerda da foto, vemos a esposa de Pepe junto com o mesmo. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, Milton Neves, Lalá, Pepe e Maneco. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, sentadas estão a esposa de Maneco e a de Lalá. Já em pé, Milton Neves abraça a esposa de Pepe. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, Milton Neves, Lalá, a esposa de Pepe abraçada com o mesmo. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, Edu, Milton Neves, Pepe, Mané Maria, Lima, Lalá e Odir Cunha (ao fundo com a mão no bolso). Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, Odir Cunha, Lima, Mané Maria, Milton Neves, Edu e Pepe. Foto: Kennedy Andrés/Portal TT

 

Foto tirada no Cruzeiro do Centenários do Santos, em março de 2012. Foto: Site Oficial

 

Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial. Da esquerda para a direita: Zito, de camisa e calça branca, Pepe, Dalmo e Tite.

 

Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial. Da direita para a esquerda: Dorval, Lima, Gylmar, Pelé, Haroldo, Olavo, João Carlos, Tite e Pepe.

 

Ídolos do presente, em 1993, entregavam homenagens aos ex-jogadores que conquistaram o bicampeonato mundial: posando para a foto, Pepe, com o troféu na mão, e Sérgio Manoel. Milton Neves, no canto direito da foto, observa tudo.

 

O ex-goleiro Xexa defende pênalti cobrado por Pepe, o "Canhão da Vila". Foto enviada por Tico Cassola

 

Da esquerda para a direita, Xerinho, Xexa, Aguinaldo, Pepe e Silvio Santos. Foto enviada por Tico Cassola

 

Na primeira fila, em pé, da esquerda para direita: Zé Teodoro, Rubinho, Tangerina, Silas, Adilson, Márcio Araújo, Anselmo, Zé Carlos, Pita, Daniel, Ronaldo,Edmilson, Dario Pereyra, Bernardo, Vagner Lopes e Wagner Basílio. Na segunda fila, em pé, da esquerda para direita: Éder Taino, Sidnei, Quinho, Manu, Gilmar, Fonseca, Vizolli, Nelsinho, Rômulo, Lê, Zé Carlinhos, Lange e Neto. Na terceira fila, sentados, da esquerda para direita: Muller, Sandro, Calíquio, não identificado, Sr. Hélio, Zé Carlos Serrão, Pepe, Juvenal Juvêncio, Bebeto, Gilberto, Marco Aurélio, Tião, Zé, Luis Rosan, Jairo e Oscar. No destaque, com a taça nas mãos, o atacante Careca.

 

O Santos jogou na Guatemala, em 1965. Da esquerda para a direita: Zito, Gylmar, Mauro Ramos de Oliveira, Oberdan, Mengálvio, Toninho Guerreiro, Carlos Alberto Torres, Pepe, Geraldino, Paulo Sant´Anna e Dorval. Foto: arquivo pessoal de Paulo Sant´Anna

 

Em pé, da esquerda para a direita: Jair Marinho, Zequinha, Nílton Santos, Zózimo, Gylmar e Mauro Ramos. Agachados: Garrincha, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe e o massagista Mário Américo. Foto: Revista do Esporte

 

Foto: Revista do Esporte

 

Da esquerda para a direita, Pepe, o presidente da Tenys Pé Baruel, o massagista do Santos Zuca, Neymar e Romário, em evento da Tenys Pé Baruel, no dia 11 de novembro de 2011. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, Pepe, Neymar e Romário, em evento da Tenys Pé Baruel, no dia 11 de novembro de 2011. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

 

No dia 11 de novembro de 2011, Pepe (foto) se encontrou com Neymar e Romário. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

 

Duas grandes gerações. Neymar presenteia Pepe com a camisa da Seleção Brasileira. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

 

Da esquerda para a direita, em pé: Zito, Ismael, Dalmo, Calvet, Gylmar e Mauro. Agachados: Bé, Lima, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto envida por Walter Roberto Peres

 

Pelé abraça Pepe depois do treino. Foto enviada por Walter Roberto Peres

 

Formação rara do Santos. Da esquerda para a direita, Zé Carlos Silvério, Irno, Calvet, volante não identificado, Getúlio e Mauro Ramos de Oliveira. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Walter Peres

 

Em pé, da esquerda para a direita: Zé Carlos, Zito, Dalmo, Calvet, Mauro e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita: Sormani, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe e o massagista Macedo. Foto: Walter Peres

 

Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Zito, Altair, Cláudio Danni, Gylmar e Mauro. Agachados: Dorval, Mengálvio, Amarildo, Pelé e Pepe. Foto enviada pelo internauta Walter Roberto Peres

 

Em pé, da esquerda para a direita: Paulinho, Ivan, Brauner, Manga, Urubatão e Bellini. Agachados, da esquerda para a direita: Iedo, Valdemar, Del Vecchio, Pelé e Pepe. Foto: Walter Peres

 

Da esquerda para a direita, aparecem Ditão, jogador não identificado, Pelé, Hermínio, o goleiro Carlos Alberto, jogador não identificado, Pepe (ao fundo) e Coutinho. Nesse dia, Pelé marcou 3 gols. Foto enviada por Walter Roberto Peres

 

A foto não é das mais nítidas, mas é importante publicá-la pela quantidade de figuras históricas que aparecem nela. Em pé, da esquerda para a direita: Coutinho, Pepe, Haroldo, Carlos Alberto Torres, Mengálvio, Lima, Toninho Guerreiro, Pelé, Dr. Daló, Batista, Lula, Beraldo, Nestor, Mauro, Laércio, Teixeira e Modesto. Agachados: Santana, Dé, Geraldino, Rossi, Peixinho, Cláudio, Abel e Macedo. Foto: Arquivo pessoal de Beraldo Linhares

 

Nesta imagem, Pepe aparece recebendo tratamento especial do massagista Beraldo Linhares. Foto: Arquivo pessoal de Beraldo Linhares

 

No primeiro plano, Beraldo Linhares, ex-massagista do Santos, aparece de óculos escuros ao lado de Zito. Atrás de Beraldo, está metade da cabeça de Pepe, que tem o ex-lateral Geraldinho (que olha a paisagem pela janela) à frente. Na parte de trás do ônibus, em pé, aparece o Rei Pelé. Foto: Arquivo Pessoal de Beraldo Linhares

 

Pepe, eterno parceiro de Pelé no Santos, vestindo a camisa do Vasco da Gama, em 1957. Foto: Walter Peres

 

Em pé, da esquerda para a direita: Laércio, Geraldino, Mengálvio, Calvet, Gilmar e Haroldo. Agachados, da esquerda para a direita: Dorval, Osvaldo Rossi, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: Walter Peres

 

Em pé, da esquerda para a direita, Lima, Zito, Dalmo, Calvet, Mauro e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita: Dorval, Tite, Coutinho, Pelé e Pepe

 

E nesta imagem, no lugar do lateral-esquerdo Dalmo está Milton Neves. Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Milton Neves, Calvet, Gylmar e Mauro Ramos de Oliveira. Agachados; Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

 

No Salão de Mármore do Santos Futebol Clube, em 10 de fevereiro de 2011. O querido santista Carlos Argenti Pereira abraçando Mengálvio. Atrás, à direita, está Pepel Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

No Salão de Mármore do Santos Futebol Clube, em 10 de fevereiro de 2011, Pepe e o querido santista Carlos Argenti Pereira, que nos enviou a foto

 

Pepe vestindo a camisa que o consagrou para o futebol.

 

Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Gylmar, Mauro Ramos de Oliveira, Alex, Léo e Zito. Agachados: Clodoaldo, Pelé, Robinho, Coutinho e Pepe. Técnico: Lula. Foto: Revista Placar

 

Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Autor: Darcy

 

O primeiro da esquerda para a direita é o técnico Pepe, Nelsinho Baptista é o primeiro em pé uniformizado. O goleiro é Fiordemundo Marolla e os últimos agachados são o meia Pita e o ponta-esquerda João Paulo. Em pé, o médico do Peixe, Carlos Braga. Foto: Arquivo Pessoal José Rubéns Marino

 

Foto enviada por Mário Américo Netto

 

Em pé: Altair, Cacá, Ernani, Orlando, Mauro e Roberto Belangero. Agachados: Joel, Moacir, Gino, Pelé e Pepe

 

Em pé, da esquerda para a direita: Dalmo, Calvet, Zito, Fioti, Mauro Ramos e Lalá. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

 

Zito, Pepe e Lalá em uma bela paisagem

 

Da esquerda para a direita: Pepe, Márcio Santos, Cafu e Marcelo Neves, filho de Gylmar dos Santos Neves. Foto: Reprodução/Caras

 

 

Mané Maria, Pepe e Abel

 

Juntos no salão nobre da Vila, em fevereiro de 2011, Luiz Álvaro e Pepe. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

Reunidos no salão nobre da Vila, em fevereiro de 2011, Dorval com o Léo, Clodoaldo, Pepe e Zito. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

Da esquerda para a direita: Maneco e Luiz Álvaro e Pepe ao fundo. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

Da esquerda para a direita:Negreiros, Pepe, Dalmo e Lalá. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

Da esquerda para a direita: Negreiros, Pepe, Dalmo e Lalá. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

A primeira na foto é a esposa de Pepe, seguida pelo próprio e Pepinho, seu filho. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

No salão nobre da Vila, em fevereiro de 2011, da esquerda para a direita: Pepe, Abel e Edu. Foto: Carlos Mano Prieto, de Gigi

 

No salão nobre do Santos, em fevereiro de 2011, da esquerda para a direita: Não identificado, Pepe, Edu e Abel. Foto: Carlos Mano Prieto, o Gigi

 

Chico Formiga, Luís Álvaro de Oliveira (presidente do Santos) e o ex-goleiro Lalá

 

Veja o aniversariante Chico Formiga com seus ex-companheiros de clube Lalá e Pepe. A festa aconteceu no dia 11 de novembro de 2010

 

Recorte de jornal da reportagem relativa ao jogo entre Comercial e Santos disputada no estádio Palma Travassos em Ribeirão Preto em 10 de Outubro de 1965, jogo que Milton Neves diz ter sido a primeira vez que assistiu o Santos jogar ao vivo, tendo ido ao estádio de kombi. A reportagem diz que naquele dia o calor era insuportável (38 graus à sombra). Diz também que o Santos foi prejudicado pelo fato do zagueiro Mauro Ramos de Oliveira haver se machucado e ficado em campo apenas para fazer número, pois ainda não eram permitidas substituições. Foto enviada por Walter Roberto Peres

 

Recorte de jornal da reportagem relativa ao jogo entre Comercial e Santos disputada no estádio Palma Travassos em Ribeirão Preto em 10 de Outubro de 1965, jogo que Milton Neves diz ter sido a primeira vez que assistiu o Santos jogar ao vivo, tendo ido ao estádio de kombi. A reportagem diz que naquele dia o calor era insuportável (38 graus à sombra). Diz também que o Santos foi prejudicado pelo fato do zagueiro Mauro Ramos de Oliveira haver se machucado e ficado em campo apenas para fazer número, pois ainda não eram permitidas substituições. Foto enviada por Walter Roberto Peres

 

Em pé, da esquerda para a direita, a partir do quarto homem: o goleiro Silas, Pecos, Juarez, João Luiz, Manguinha, Boliívar e o técnico Pepe. Agachados: Tato, Kita, Gilberto Costa, João Batista e Gilson Gênio.

 

Em pé: Formiga, Dalmo, Zito, Mauro, Dalmo, Getúlio e Laércio. Agachados: Sormani, Mengálvio, Ney Blanco, Pelé e Pepe

 

Imagem maravilhosa dos jogadores da Seleção Paulista almoçando no restaurante do Pacaembu. Gino Orlando está com a concha servindo feijão no prato de Nivaldo (Palmeiras), observado por Alfredo Polvo. Depois estão Pagão e Pepe, levando o copo à boca. Foto enviada por Elenice Affonso, filha de Julio

 

Combinado Santos-Vasco. A foto foi publicada pela "A Tribuna", de Santos, em 1957. Em pé, da esquerda para a direita: goleiro não-identificado, Paulinho de Almeida, Ivan, Bellini, Urubatão e Brauner. Agachados: jogador não-identificado, Pelé, Álvaro, Jair e Pepe

 

Numeradas da Vila Belmiro lotadas. Em campo, Santos e Ferroviária duelam pelo Paulistão de 1961. Vemos na grande área Pepe e Pelé tentando marcar para o alvinegro das praias.

 

Santos em 1962, ano do primeiro título mundial do alvinegro das praias. Em pé vemos Getúlio, Zito, Dalmo, Formiga, Mauro Ramos e Laércio; agachados estão Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto enviada ao site pelo internauta santista Walter Peres

 

Em pé: Lima, Zito, Roberto Dias, Rildo, Eduardo e Gylmar. Agachados: o massagista Mário Américo, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe e um integrante da comissão técnica.

 

Henrique está à esquerda; Pepe está à direita, segurando a alça da bolsa.

 

Em pé, da esquerda para a direita: Ramiro, Airton Pavilhão, Veludo, Scotto, Dalmo e Zito. Agachados: Dorval, Jair, Pelé (então novinho), Pagão, Pepe e Macedo

 

A cerimônia de entrega das carterinhas do plano de saúde "Sinasa" reuniu alguns dos jogadores campeões do mundo pela Seleção Brasileira. Em pé da esquerda para à direita: pessoa não identificada, Ado, Joel Camargo, Mengávio, Pepe, Zito, o filho do ex-goleiro Gylmar dos Santos Neves, Marcelo Neves, o secretário de esportes do município de São Paulo, Walter Feldman, Dino Sani, Marco Aurélio Klein e pessoa não identificada. Agachados: Gilmar Rinaldi, Mauro Silva e Eduardo Jonas Américo.

 

Milton Neves abraça Zito e Pepe, dois campeões do mundo de 1958, na cerimônia realizada no salão nobre do estádio do Pacaembu, no dia 25 de agosto de 2008, que simbolizava a entrega das carteirinhas do plano de saúde "Sinasa" aos ex-jogadores campeões do mundo pela Seleção Brasileira.

 

Da esquerda para a direita, em pé: Feijó, Zito, Manga, Urubatão, Ramiro e Getúlio. Agachados: Dorval, Jair Rosa Pinto, Hélio Canjica, Pelé e Pepe.

 

Seleção brasileira com Djalma Santos, Zito, Bellini, Nilton Santos, Vitor e Gilmar em pé e Mário Américo, Garrincha, Chinesinho, Pelé, Quarentinha e Pepe

 

Em pé: Wilson Campos, Ramos Delgado, Joel Camargo, Clodoaldo, Cláudio, Turcão e o preparador físico Júlio Mazzei. Agachados: Manoel Maria, Lima, Werneck, Pelé, Pepe e Macedo.

 

Santos na década de 60. Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Geraldino, Joel Camargo, Mauro Ramos de Oliveira e Laércio. Agachados: Peixinho, Mengálvio, Toninho, Pelé e Pepe. A foto foi tirada por Sarkis

 

A torcida de Campos do Jordão desenhou um colar de diamantes em homenagem à Seleção Brasileira que, meses depois, seria bicampeã do mundo, em 1962. A foto não é linda? E era só treino das seleções A e B, de Aimoré Moreira. Da esquerda para a direita, estão: De Sordi, Jair da Costa, Prado, Didi, Calvet, Altair, Zito, Pelé, Zagallo, Airton Pavilhão, Gylmar, Bellini, Laércio, Jair Marinho, Amarildo, Aldemar, Rildo, Zequinha, Pepe, Garrincha, Vavá e Mengálvio. A foto-relíquia é do livro "O Eterno Futebol", autobiografia do saudoso Mário Trigo, dentista da seleção nas vitoriosas campanhas da Suécia, Chile e México.

 

O álbum-relíquia é do livro "O Eterno Futebol", autobiografia do saudoso Mário Trigo, dentista da seleção nas vitoriosas campanhas da Suécia, Chile e México.

 

Veja o elenco do Santos, em 1973, na neve de Nuremberg (ALE). Sem sol, a foto ficou escura, mas de pé, vemos: Alcindo, Pelé, Zé Carlos Cabeleira, Carlos Alberto Torres, dois jogadores não identificados, o técnico Pepe e o goleiro Cláudio. Agachados: Mané Maria (o terceiro), Brecha, Vicente e Marinho Peres (os três últimos).

 

Da esquerda para a direita, na equipe do Milionários: Garrincha, Ivair "O Príncipe" (ex-Lusa e Corinthians), Toninho Guerreiro, Brecha e Pepe.

 

Pelé em início de carreira, aos 17 anos, em 1957. Este Santos não levantou o título paulista mas já dava mostras de que se tornaria praticamente imbatível a partir dos anos seguintes. Em pé vemos Dorval, Pelé, Jair Rosa Pinto, Pepe e Álvaro; agachados estão Ivan, Laércio, Hélvio, Brauner, Urubatão e Fioti

 

Quem nos mandou essa espetacular imagem, clicada pelo inesquecível fotógrafo Sarkis, foi o internauta Walter Roberto Peres. E sobre ela, nos escreveu o seguinte: "O Santos sempre foi um time respeitável e respeitador. Foi o campeão primordialmente da técnica e da disciplina, título obtido no passado pelos idos de 1927, o que deve ser preservado em qualquer esporte. Veja esta foto do Santos, em 1964, com os jogadores envergando camisas dos times cariocas, homenageando os clubes do então estado da Guanabara, como retribuição recebida aos torcedores dos vários clubes daquele estado pelo apoio durante as exibições no Maracanã, que culminaram com a conquista do Mundial Interclubes, em 1962". Em pé: Lima (camisa do Campo Grande), Ismael (camisa do Madureira), Joel Camargo (Flamengo), Olavo (Vasco da Gama), Mengálvio (América), e Gylmar (o único com a camisa do Santos). Agachados: Peixinho (Bangu), Rossi (São Cristóvão), Toninho Guerreiro (Portuguesa), Pelé (Olaria) e Pepe (Fluminense)

 

Mais uma foto do Canhão da Vila, na "estica", de terno e gravata.

 

Em pé estão Djalma Santos, Oreco, Gilmar, Dino, Formiga e Mauro; agachados vemos Mário Américo, Dorval, Rafael, Pagão, Pelé e Pepe. Foto enviada ao site pelo internauta Walter Roberto Peres

 

Festa do troféu "Melhores do Esporte", da Sogipa, em Porto Alegre (RS). A foto foi feita por Sérgio Neglia no dia 8 de abril de 2002. Só pontas foram homenageados. Na fila mais alta, da esquerda para a direita, estão: um jogador não identificado, Zagallo, outro não identificado, Loivo, mais três não identificados, Rogério (ex-Botafogo), Edu (ex-Santos), Romeu (cabeludo e encoberto), Robertinho (à frente de Romeu e de paletó marrom), Lico, Ortiz, Hilton Oliveira (de óculos), Capitão (camisa azul e à direita de Hilton de Oliveira), Paulo Borges (gravata cinza e terno escuro), Terto (atrás de Paulo de Borges), Gilson Porto (com o troféu), Edu Bala, um ponta não identificado, Mané Maria, Buião, Aladim, Pepe e Vaguinho. Na fila à frente: Valdomiro (gravata vermelha), Gilson Nunes, Maurício, Paulo Cézar Caju, João Paulo (ex-Guarani), Toquinho, Osni, João Paulo (paletó azul), João Paulo, Marinho, Jairzinho, um ponta não identificado, Lula e Sérgio Galocha

 

Uma das formações da Seleção Brasileira na fase de preparação para a Copa do Mundo de 1962: Djalma Santos, Bellini, Zito, Calvet, Castilho e Nílton Santos; agachados: massagista Santana, Garrincha, Didi, Coutinho, Pelé, Pepe e o massagista Mário Américo. Crédito foto: Arquivo CBF

 

Mário Trigo e Pepe, dois personagens importantes da história do futebol brasileiro. Fonte: Universidade de Guarulhos

 

No Palácio do Planalto, no dia 26 de junho de 2008, o capitão da Copa do Mundo de 1958, Bellini, repete o gesto que é imitado até hoje. Na foto da esquerda para à direita: Djalma Santos, Bellini, João Havelange,o minsitro Orlando Silva e Zito. Agachados: Moacir, Mazzola, o presidente Lula, O rei Pelé, Zagallo e Dino Sani. Foto crédito: AFP/iG

 

No dia 26 de junho de 2008, o Presidente da República, Lula, recebeu os jogadores campeões mundiais de 1958. Na foto da esquerda para à direita de cima para baixo: o Ministro dos esportes, Orlando Silva, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, o ex-presidente da CBD, João Havelange, o Presidente Lula,o único tetra campeão mundial pela Seleção Brasileira, Zagallo, o vice-presidente da república, José Alencar, o ex-meia Moacir, o presidente da Câmara dos deputados, Arlindo Chinaglia. Na segunda fileira estão: o ex-volante Dino Sani,o ex-lateral Djalma Santos,De Sordi, tiular de 58, no início da Copa, o capitão Bellini, o Rei Pelé, o ex-volante Zito, o ex-zagueiro Orlando, o ex-atacante Mazzola e o ex-ponta-esquerda, Pepe. Foto crédito: AFP/iG

 

E olha aí o Brasil embarcando rumo à conquista de nossa primeira Copa: Paulo Machado de Carvalho (o terceiro à esquerda), Dr. Hilton Gosling, Dino Sani, Zito, Dida, Pepe, De Sordi, Mazzola, Mauro e Mário Américo. Agachados: Moacir, Oreco, roupeiro Luisão e o dentista, Dr. Mário Trigo

 

No salão nobre da Vila Belmiro, Pepe entre dois grandes jornalistas e escritores, torcedores do Santos: José Roberto Torero e Odir Cunha.

 

Quatro santistas reunidos. Da esquerda para a direita: o jornalista e escritor Odir Cunha, o ex-goleiro Lalá, o cantor Supla e o ex-ponta Pepe.

 

 

 

Vejam vários jogadores que passaram pelo Santos e fizeram história no clube reunidos. Em pé estão Mengálvio, Zé Carlos, Rubens Salles, Lalá, Zito, Jorge, Maneco, Clóvis, Pavão e Silas; agachados estão Dorval, Kaneco, Araras, Del Vecchio, Coutinho, Pepe e Tite. Foto enviada ao site pelo querido Walter Peres

 

Santos de todos os tempos: Carlos Alberto Torres, Gylmar, Mauro, Calvet, Zito e Rildo. Agachados: Dorval, Antoninho, Coutinho, Pelé e Pepe.

 

 

Elenco do Santos homenageado, no salão de mármore da Vila Belmiro, pela conquista do bicampeonato mundial interclubes contra o Milan da Itália, em 1963. Os heróis, considerando os mais visíveis e conhecidos, de baixo para cima e da direita para esquerda, são: Mauro, Ismael, Lima, Pelé, Pepe e Dorval, na primeira fila. Seguem-se: Macedo, Calvet, Haroldo, Almir, Toninho, Zito e o técnico Lula. E, na fila de cima: Laércio, Rossi, Mengálvio, Olavo, Dalmo e Coutinho (encoberto

 

Este é o selo da Copa do Mundo de 1962 assinado pelos heróis brasileiros que a conquistaram em gramados chilenos. Uma verdadeira relíquia

 

Vejam um combinado que participou de um jogo festivo na cidade paulista de Itapira. Bellini é o segundo, Gylmar o quarto, Alfredo Ramos o sétimo, Zé Carlos Silvério é o oitavo, Cássio o nono, Laércio o décimo-primeiro, seguido por Vicente Feola, Luiz Noriega, José Poy e Gerdy Gomes; agachados vemos Walter Zum-zum (primeiro), Pepe (o quarto) e Plínio

 

Uma das fortes formações do Santos em 1963. Em pé: João Carlos, Lima, Dalmo, Maneco, Gylmar dos Santos Neves e Mauro Ramos de Oliveira. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

 

Da esquerda para a direita: Zito, Gylmar, Jair Marinho, Mauro, Calvet, Nilton Santos, Pepe, Coutinho, Didi, Gérson e Garrincha.

 

Em pé, da esquerda para a direita: Ramiro, Airton Pavilhão, Veludo, Scotto, Dalmo e Zito. Agachados: Dorval, Jair, Pelé (então novinho), Pagão, Pepe e Macedo

 

Em pé: Veludo, Brauner, Zito, Fioti, Wilson Francisco Alves (o Capão) e Mourão. Agachados: Tite, Pagão, Álvaro, Jair Rosa Pinto e Pepe.

 

Em pé: Djalma Santos, Marcial, Roberto Dias, Eduardo, Carlinhos e Rildo. Agachados: Julinho Botelho, Gérson, Vavá, Bianchini e Pepe.

 

Esta foto maravilhosa mostra os jogadores perfilados quando da primeira convocação para a Seleção Brasileira que iria disputar, dias depois, a Copa do Mundo do Chile de 1962. Na primeira fila de cima para baixo, o primeiro é Aimoré Moreira, o segundo é o dentista Mario Trigo, o terceiro é o médico Hilton Gosling, o quinto é o preparador físico Paulo Amaral e o sétimo é o supervisor Carlos Nascimento; na segunda fila vemos Gilmar, Calvet, Quarentinha, Mauro, Airton Pavilhão, Bellini e o massagista Santana; na terceira fila vemos Didi, Djalma Santos, Pepe, Jurandir, Mengálvio, Nilton Santos, Vavá, Castilho, Julinho e Altair; entre Didi e Djalma Santos, vemos o roupeiro Chicão; na primeira fila de baixo para cima vemos Mário Américo, Coutinho, Jair da Costa, Germano, Rildo, Amarildo, Jair Marinho, Zito, Zagallo, Pelé, Garrincha e Zequinha; atrás de Mário Américo, o grande goleiro Valdir Joaquim de Moraes

 

Acima, em montagem especial, confira todos os campeões mundiais pelo Brasil na Copa de 58, na Suécia.

 

Elenco do Santos tricampeão paulista, em 1962. Naquela época, o excesso de partidas obrigava a diretoria santista a formar um segundo time, que se revezava na disputa de torneios e amistosos e aparece na foto com a camisa listrada. Em pé: Formiga, Dorval, Olavo, Silas, Maneco, Pagão, Coutinho, Lima, Zito, Dalmo, Pelé, Tite, Zé Carlos Silvério, Pepe, Mauro e Laércio. Agachados: Oswaldinho, Ismael, João Carlos, Figueiró, Luís Cláudio, Bé, Cacalo, Nenê, Décio Brito e o massagista Macedo.

 

Em pé: Zito, Ramiro, Manga, Urubatão, Getúlio, Dalmo e o massagista Macedo. Agachados: Dorval, Jair Rosa Pinto, Pagão, Pelé e Pepe.

 

Veja aqui todos os detalhes do jogo mais emocionante do qual Pagão participou:

 

Pepe e seu topete, em Paris, em 1959. Hoje em dia, só com implante ou peruca pro Canhão da Vila conseguir um penteado desses.

 

Afonsinho, Coutinho, Lalá e Pepe, em 1960: ir a Roma sem soltar pombinhas "não vale".

 

Quando o Santos foi para Guaxupé (MG) enfrentar a Esportiva em um amistoso, Zezé Accula não pôde jogar pois estava se recuperando de uma operação no joelho. Mesmo assim ele fez questão de ser fotografado ladeado por Orlando Peçanha (esq) e Pepe (dir), grandes ídolos do Santos e da seleção brasileira.

 

Em 1971, os descontraídos Pepe, Dalmo e o goleiro Lalá. A foto é de Armando P. da Silva.

 

Da esquerda para a direita, Zito, o jornalista Orlando Duarte, Pepe e Lalá. Os jogadores santistas e Orlando visitavam a Acrópole de Atenas, na Grécia, no dia 29 de junho de 1961

 

A foto, do dia 21 de junho de 1959, foi tirada na cidade espanhola de La Coruña. Maravilhosa por si só, mostra o Peixe posando 30 minutos depois de um jogo em que o goleou o Botafogo por 4 a 1 e ficou com a taça do torneio Tereza Herrera, um dos mais tradicionais do mundo disputado desde 1946. Por sinal, o alvinegro da Vila jogou tanto naquela ocasião que a torcida não arredou pé do estádio, lá ficando para aplaudir ininterruptamente os craques que bailavam com a camisa branca mais famosa do mundo. Em pé estão o tesoureiro Ciro Costa, Dorval, Fioti, o inesquecível Fiori Giglioti, o médico da delegação Daló Salerno, Lula, Getúlio, cartola não identificado, Zito, Athié Jorge Cury, Formiga, Lalá, Ramiro, Laércio, Mourão, mais um cartola não identificado, Modesto Roma e mais dois membros da delegação não identificados. Na fila de baixo estão Feijó, Dalmo, Pavão, Alfredinho, Coutinho, Álvaro, Afonsinho, Pelé, Pepe e o massagista Macedo com a camisa com a letra "E" estampada, em referência à palavra enfermeiro que, anos depois, seria substituída no meio futebolístico pelo "M" de massagista. Quanta saudade…e viva o Santos meu amor!!!!!

 

Manuel Maria ao lado de Milton Neves, prestigiando o lançamento do IWL, o Instituto Wanderley Luxemburgo. Pepe, o Canhão da Vila, está atrás.

 

Pepe, foi um excepcional jogador, um bom técnico e também é um extraordinário contador de "causos" da bola. Acima, ele prestigia o lançamento do IWL, o Instituto Wanderley Luxemburgo, ao lado do jornalista Milton Neves. Foto:Igor Oliveira / Agência Quiprocó

 

Da esquerda para a direita, Dorval, Mengálvio, Edu, Manuel Maria e Pepe. Ex-jogadores do Santos estiveram presentes à festa de Luxemburgo. Foi o lançamento do Instituto Vanderlei Luxemburgo, espécie de faculdade para novos treinadores. O eventou ocorreu no Jóquei Clube de São Paulo em 1° de outubro de 2007. Foto:Igor Oliveira / Agência Quiprocó

 

Pepe não cansa de dizer que ele é o primeiro artilheiro "humano" do Santos. "O Pelé não conta. Ele é de outro planeta", brinca o ex-ponta.

 

Em pé: Getúlio, Dalmo, Jorge, Formiga, Mauro e Silas (ex-goleiro do Madureira). Agachados: Tite, Mengálvio, Dorval (raridade, na posição de centroavante), Pelé (tão pensativo… deve ter feito uns cinco naquele dia) e Pepe

 

Manuel Maria e Pepe. Sempre homenageados

 

 

 

 

 

 

Em pé: Wilson Campos, Ramos Delgado, Joel Camargo, Gylmar, Clodoaldo e Turcão. Agachados: Manoel Maria, Lima, Werneck, Pelé e Pepe.

 

 

 

 

O "Canhão da Vila" recebeu muitas homenagens no decorrer de sua vitoriosa carreira.

 

Time do Santos, em pé: Wilson, Ramos Delgado, Joel, Clodoaldo, Cláudio, Turcão e Júlio Mazzei. Agachados: Mané Maria, Lima, Werneck, Pelé e Pepe.

 

 

 

 

 

Pepe, em Santos, ao lado de busto forjado em sua homenagem

 

Ismael e sua esposa, no salão de festas do Santos FC, na Vila Belmiro, na entrega da medalha referente ao bi-mundial do Peixe contra o Milan (2×4, 4×2 e 1×0). Atrás de Ismael, do lado direito e de terno escuro, você pode ver o técnico Lula e o goleador Pepe.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pepe, em foto do dia 18 de agosto de 2007, em sua casa na linda cidade de Santos.

 

Da esquerda para a direita Peixinho é o primeiro da foto, ao lado de Gonçalo. Na sequência um trio inesquecível: Coutinho, Pelé e Pepe.

 

 

 

 

Veja o grande Santos antes de partida disputada em 1961 na cidade de Montevidéu, no Uruguai. Em pé estão Calvet, Zito, Dalmo, Jorge Trombada, Mauro e Lalá; agachados estão Sormani, Mengálvio, Coutinho, Dorval e Pepe

 

Pepe, acompanhado de sua filha, em 23 de novembro de 2020, deixando a Beneficência Portuguesa em São Paulo, após dez dias de internação por covid-19. Foto: Reprodução/Instagram

 

Aldo Rebelo, Pepe e Zito durante o almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Dois momentos de Pepe

 

Nos anos 60, em reportagem da revista alemã Kicker. Reprodução

 

Um torcedor já se antecipa e ergue o braço para comemorar o gol de Pepe contra o Juventus antes mesmo da bola entrar, na Vila Belmiro. Foto: Divulgação

 

Seleção brasileira no início dos anos 60. Veja Djalma Santos, Zito, Pelé, Pepe e Cláudio Danni. Atrás, aparece o massagista Mário Américo. Foto: Divulgação

 

Atendimento sempre especial para fazer a barba com o amigo Didi, em Santos. Foto: arquivo pessoal de Pepe

 

No começo da década de 1970 ao lado de sua esposa, D. Lélia, em Ribeirão Pires (SP). Foto: arquivo pessoal de Pepe

 

Dicá, Fahel Júnior e Pepe. Foto: Reprodução Facebook/Fahel Jr

 

Em 19 de julho de 2019, o presidente Jair Bolsonaro ao lado de Pepe, durante evento em homenagem a ex-jogadores, em Brasília. Foto: Fátima Meira/Futura Press/Folha/via UOL

 

Pelé e Pepe atendem fãs no final dos anos 50. Foto: Instagram de Pepe

 

Os ex-pontas Pepe e Tato, em novembro de 2018

 

Equipe do Santos em 1960. O clube brasileiro excursionou pela Europa entre 20 de maio e 02 de julho de 1960. Nesta formação, temos, em pé: Zé Carlos, Getúlio, Calvet, Zito, Mauro e Laércio. Agachados: Sormani, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

 

Encontro de craques do Santos em 13 de junho de 2019 no Guarujá, na casa de Pelé. Em pé, Lima, Pepe e Edu. Sentados: Dorval, Pelé e Mengálvio

 

Santos com um camisa diferente em 1963. Em pé: Lima, Haroldo, Geraldino, Ismael, Gylmar e Mauro. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. A foto é da Revista Placar.

 

Esse Santos bateu o Benfica por 3 a 2, no Maracanã, dia 19 de setembro de 1962, no primeiro jogo da final do Mundial Interclubes. Em pé: Lima, Zito, Dalmo, Calvet, Gylmar e Mauro. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe.

 

Foto curiosa do Santos em 1957, onde ataque e defesa inverteram posições; Em pé: Dorval, Pelé, Jair Rosa Pinto, Pepe e Álvaro. Agachados: Ivan, Laércio, Hélvio, Guerra, Urubatão e Fioti. A foto é da Revista Placar.

 

Vestiário da Vila Belmiro em 1962. Sentados, à esquerda, estão Pepe e Pagão. Em pé, da esquerda para a direita, aparecem Zito, Lima, o técnico Lula e Gylmar dos Santos Neves. Foto: ASSOPHIS

 

Pepe em seu apartamento, na cidade de Santos, em 2019. Foto: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress (via UOL)

 

No dia 12 de maio de 1963 o Brasil perdeu amistoso para a Itália, em Milão, por 3 a 0. Entrando em campo estão Pelé e depois dele Eduardo, Lima, Roberto Dias, Pepe e Mengálvio. Os italianos são Sormani e Facchetti.

 

A diretoria do Santos promoveu uma arrecadação para comprar um carro para Pepe poder ir para a Vila com mais comodidade e complementou o valor para a compra do Fusca em 1959. Na foto, Pepe recebe as chaves do dono da concessionária, entre Modesto Roma e Athiê Jorge Cury. à direita, Augusto da Silva Saraiva

 

Santos em 1964. Em pé: Lima, Zito, Haroldo, Ismael, Modesto e Gylmar. Agachados: Toninho, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

 

13 de dezembro de 1961, o Santos goleou a Ferroviária por 6 a 2, na Vila Belmiro, e conquistou o bicampeonato paulista. Em pé: Lima, Zito, Dalmo, Calvet, Mauro e Laércio. Agachados: Dorval, Tite, Coutinho, Pelé e Pepe.

 

Na Vila Belmiro, em 2014, na frente aparece o repórter Gudryan Neufert, sentados atrás Zito e Pepe, em pé João Antonio de Carvalho, Mengálvio e encoberto Marcelo Neves

 

Em 13 de novembro de 2018, Pepe foi homenageado na Suécia. Ele passou a ser Membro Honorário Vitalício da Associação Sueca de Futebo, título concedido pela primeira vez a um estrangeiro. Foto: arquivo pessoal de Pepe

 

Em 13 de novembro de 2018, Pepe foi homenageado na Suécia. Ele passou a ser Membro Honorário Vitalício da Associação Sueca de Futebo, título concedido pela primeira vez a um estrangeiro. Foto: arquivo pessoal de Pepe

 

Cabralzinho, Pepe e sua filha Gisa, em novembro de 2018 em Estocolmo, na Suécia, onde o ex-ponta recebeu uma homenagem

 

Cabralzinho e Pepe, em novembro de 2018 em Estocolmo, na Suécia, onde o ex-ponta recebeu uma homenagem

 

Cabralzinho e Pepe, em novembro de 2018 em Estocolmo, na Suécia, onde o ex-ponta recebeu uma homenagem

 

Cabralzinho e Pepe, em novembro de 2018 em Estocolmo, na Suécia, onde o ex-ponta recebeu uma homenagem

 

Santos campeão paulista de 1955. Em pé: Ramiro, Urubatão, Hélvio, Formiga, Manga e Feijó. Agachados: Tite, Negri, Álvaro, Del Vecchio e Pepe. A foto é do Anuário da Revista Esporte Ilustrado de 1956.

 

Linha de ataque do Santos em 2015, reeditando foto dos anos 60: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Juntos, pelo Santos, marcaram 2.092 gols

 

Amigos reunidos na Padaria do Carlinhos em 23 de outubro de 2018, dia em que Pelé comemorou 78 anos. Sentados, no sentido horário, veja Everaldo (à frente), Mauro Patrício, Nenê Belarmino, Aluísio Guerreiro, Carlito Macedo, Manuel Maria, Edu, Pepe, Adilson e Clodoaldo. Em pé, Joãozinho Rosa está ao meio, tendo Carlinhos (da Padaria do Carlinhos) ao seu lado.

 

Capa da Revista Manchete Esportiva, 60, destacando o bicampeonato paulista do Santos, em 1955/56. Em pé: Feijó, Formiga, Zito, Manga, Wilson e Ramiro. Agachados: Tite, Jair Rosa Pinto, Pagão, Del Vecchio e Pepe

 

Pepe em foto da Revista Manchete Esportiva, 42, de 1956

 

Pepe e o tcheco Kraus, após a vitória brasileira sobre a Tchecoslováquia, por 4 a 1, em 8 de agosto de 1956. A foto é da capa da Revista Manchete Esportiva, 39

 

Seleção brasileira entrando em campo no estádio de Wembley, no empate de 1 a 1 contra a Inglaterra, em 8 de maio de 1963. O primeiro é Gylmar, seguido de Mengálvio, Eduardo, Lima e Pepe. O goleiro inglês é o lendário Gordon Banks

 

Zizinho e o jovem Pepe comemoram a Mário Américo saudando o jovem Pepe, destaque na goleada de 4 a 1 da seleção brasileira sobre e Tchecoslováquia, por 4 a 1, em agosto de 1956, em foto da Revista Esporte Ilustrado, 958

 

Mário Américo saudando o jovem Pepe, destaque na goleada de 4 a 1 da seleção brasileira sobre e Tchecoslováquia, por 4 a 1, em agosto de 1956, em foto da Revista Esporte Ilustrado, 959

 

Santos campeão paulista de 1955. Em pé: Ramiro Valente, urubatão, Hélvio, Formiga, Manga e Feijó. Agachados: Tite, Negri, Álvaro, Del Vecchio e Pepe. A foto é da Revista Esporte Ilustrado, 929, de 1956

 

Santos na capa da Revista Manchete Esportiva, 183, campeão do Rio-São Paulo de 1959. Em pé: Getúlio, Álvaro, Ramiro, Mourão, Zito e Laércio. Agachados: Dorval, Jair da Rosa Pinto, Coutinho, Pelé, Pepe e Macedo (massagista)

 

Zito, Pelé e Pepe em 1962. Foto: Divulgação

 

Feola faz prelação com elenco da seleFeola faz prelação com elenco da seleção de 58. À direita, pegando a bola está Paulo Amaral. Sentados, temos Pelé e atrás dele está Zózimo. Depois, Mauro Ramos conversa com Zito. Atrás deles está Dino Sani. Depois de Zito está Mazzola e Zagallo está atrás. Outro identificado é Pepe, depois do jogador que está olhando para a direitação de 58. À direita, pegando a bola está Paulo Amaral. Sentados, temos Pelé e atrás dele está Zózimo. Depois, Mauro Ramos conversa com Zito. Atrás deles está Dino Sani. Depois de Zito está Mazzola e Zagallo está atrás. Outro identificado é Pepe, depois do jogador que está olhando para a direita

 

Em 1º de setembro de 2018, os ex-jogadores Pepe e Giovanni e o jornalista Ademir Quintino. Foto: arquivo pessoal de Ademir Quintino

 

 

Veteranos do Santos reunidos na Vila Belmiro, em 2012. Em pé: Mengálvio, Geraldino, Lima, Dalmo e Pepe. Agachados: Dorval, Pelé e Coutinho.

 

Capa da Revista Manchete Esportiva, 39, de 1956, com o ponta Pepe, no dia em que o Brasil venceu a Tchecoslováquia, em amistoso no Pacaembu, por 4 x 1 e o santista fez dois gols

 

Pepe, Pelé e Zito em 1958. Foto: Divulgação

 

Imagem para divulgação de evento com Pepe em São Paulo. Foto: ASSOPHIS

 

Pepe e José Calil em 17 de julho de 2018 na sede do Santos Futebol Clube em São Paulo. Foto: Divulgação/ASSOPHIS

 

Em julho de 2018, acompanhando a Copa da Rússia. Apesar da torcida, Pepe não viu o hexa brasileiro naquele mundial, após a eliminação para a Bélgica nas quartas de final, por 2 a 1. Foto: arquivo pessoal de Pepe

 

No vestiário santista, na década de 60. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Em outubro de 2017, encontro de gênios do Santos F.C. Edu, Pepe, Clodoaldo e Coutinho. Foto: arquivo pessoal de Clodoaldo

 

Em 03 de setembro de 2017, em matéria com entrevista de Pepe ao Diário do Litoral. Foto: Diario do Litoral

 

Pelo Santos, em 1958, Pepe (com a bola) sofre forte marcação de seu adversário. Foto: Reprodução da revista Manchete Esportiva

 

Santos 4 x 3 Nacional-SP, em 1958, no estádio Nicolau Alaion. Da esquerda para a direita, o árbitro, Pelé, o goleiro Valentino, Pagão (camisa 9), Pepe (ao fundo), e mais três jogadores não identificados. Foto: Reprodução da revista Manchete Esportiva

 

Pacaembu com grande público em 16 de janeiro de 1964 para Santos x Grêmio, jogo válido pela Taça Brasil de 1963. Pelé, de pênalti, faz o segundo dos três gols do Santos contra o time gaúcho. Pepe observa a cobrança do Rei, que levantou poeira do gramado. Coutinho fez os outros dois gols do Peixe e Paulo Lumumba marcou para o Grêmio. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Casamento de Lélia e Pepe em 18 de julho de 1964, na Paróquia Imaculado Coração de Maria, em Santos. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Zito e Pepe em 2015. A dupla do Santos e Seleção posa com camisa da Copa de 58. Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos F.C, imagem publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Pelé e Pepe em Milão, em 1963. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Santistas reunidos na década de 60. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Pagão, Guerra, Pelé e Pepe em 1959, com suas faixas de campeões paulistas. Foto: ASSOPHIS

 

Os jogadores da seleção brasileira antes do amistoso contra a Alemanha Ocidental, em Hamburgo, no dia 5 de maio de 1963. O Brasil venceu o duelo por 2 a 1, com gols de Coutinho (aos 59 minutos) e de Pelé (aos 72 minutos). Quem abriu o placar foi o defensor alemão Jürgen Werner (aos 32 minutos). Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Roberto Dias, Rildo, Eduardo e Gylmar. Agachados: o massagista Mário Américo, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe e o roupeiro Luisão. A foto nos foi enviada por Eduardo Galdão de Albuquerque, filho do zagueiro Eduardo

 

Pelé puxa a fila dos santistas em Lima, no Peru, em 1959. Na sequência, Ney Blanco, Pepe e Mário. Foto: ASSOPHIS

 

Na foto (colaboração de Kadw Gomes), jogadores do Santos posam antes de empate em 3 a 3 diante do Sporting Cristal no dia 18 de fevereiro de 1960. Em pé, da esquerda para a direita: Zito, Urubatão, Dalmo, Formiga, Getúlio e Laércio. Agachados: Dorval, Mário, Ney Blanco, Pelé, Pepe e o massagista Macedo

 

Pepe, em abril de 2017, homenageado pela Torcida Jovem do Santos no Hillarius Bar, em Santo André

 

Pepe, em abril de 2017, foi homenageado pela Torcida Jovem do Santos no Hillarius Bar, em Santo André

 

Pepe, em abril de 2017, foi homenageado pela Torcida Jovem do Santos no Hillarius Bar, em Santo André

 

Pepe, em abril de 2017, homenageado pela Torcida Jovem do Santos no Hillarius Bar, em Santo André

 

Geraldino e Pepe, destacados em matéria sobre o Santos. Foto enviada por Wesley Miranda

 

Mauro Ramos de Oliveira, Pelé e Pepe. Que trio, hein? Foto: reprodução

 

Luíz Carlos Galter, Dr. Joaquim, Jaimão, Pepe e Rubens Minelli, em dezembro de 2015. Foto: arquivo pessoal

 

Tite, Mengálvio, Cabralzinho, Zague, Pelé e Pepe, em 1961. Foto: arquivo pessoal de Wesley Miranda

 

Guga e Pepe, no dia 31 de julho de 2016, antes do jogo entre Santos e Cruzeiro

 

Da esquerda para a direira: Negreiros, Pepe e Rivellino, na festa do ex-jogador Coutinho, em Santos (2016). Foto: reprodução

 

Da esquerda para a direita: Coutinho, Pepe, Rivellino e Everaldo, na festa do ex-jogador Coutinho, em Santos (2016). Foto: reprodução

 

Da esquerda para a direira: Everaldo, Negreiros, Pepe e Rivellino, na festa do ex-jogador Coutinho, em Santos (2016). Foto: reprodução

 

Da esquerda para a direira: Edu, Everaldo, Coutinho e Pepe, na festa do ex-jogador Coutinho, em Santos (2016). Foto: reprodução

 

Da esquerda para a direira: Edu, Everaldo, Coutinho e Pepe, na festa do ex-jogador Coutinho, em Santos (2016). Foto: reprodução

 

Os ex-jogadores Joãozinho Rosa, Coutinho, Pepe, Edu e Rivellino reunidos em Santos, na festa de aniversário do ídolo Coutinho, em 2016. Foto: reprodução

 

Grandes amigos: Dorval, Mengálvio, Coutinho, o jornalista Luis Lombardi e Pepe

 

Jantar formal com os craques do Santos nos anos 60. Zito observa uma folha (será a conta do restaurante?), seguido por Pepe, Toninho Guerreiro e Abel

 

Encontro da linha do Santos em 2015: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

 

Lançamento do livro do Pepe em Ouro Fino-MG, no dia 11 de outubro de 2015. Da esquerda para a direita, Evair é o quarto e Pepe é o quinto. Foto enviada por Lourival Silvestre

 

Na cidade mineira de Poços de Caldas, nos preparativos para a Copa de 58 (Suécia), quando a Seleção Brasileira conquistou o primeiro titulo mundial. Da esquerda para a direita, Pelé, Dino Sani e Pepe. Foto enviada por Tico Cassolla

 

Pepe e Pelé, em São Vicente, recebendo o título de cidadão vicentino. Foto: ASSOPHIS/Facebook

 

Equipe do Santos na década de 60. Em pé, da esquerda para a direita: Geraldino, Lima, Dalmo, Calvet, Silas e Mauro Ramos de Oliveira. Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos Futebol Clube

 

Didi, Mazzola, Pelé e Pepe, durante os treinamentos da Seleção Brasileira para a disputa da Copa de 1958. Foto enviada por José Eustáquio

 

Coutinho, Pepe e Jair Marinho, que época, hein?

 

Foto do começo dos anos 60, Pepe batendo falta conta o Corinthians. O camisa 3 é o Eduardo, o 5 é Amaro e o 11 é o Ferreirinha.

 

O então menino Pepe, com a camisa do Santos.

 

Treino físico da Seleção Brasileira. Da esquerda para a direita, à frente: Bellini, Castilho e Gylmar dos Santos Neves. Atrás: Joel (ex-Botafogo), Vavá, Aldemar, Jurandir, Pepe, Mengálvio, Djalma Dias, Zózimo, Rildo, Nilton Santos, Calvet, Quarentinha, Laércio e Zito. Foto enviada por José Eustáquio

 

Em pé, da esquerda para a direita, Getúlio, Feijó, Ramiro, Mourão, Zito e Laércio. Agachados, da esquerda para a direita, Dorval, Jair, Coutinho, Pelé, Pepe e o massagista Macedo

 

Pepe e sua esposa Nélia, durante a década de 60. Foto: Reprodução

 

Zito conversa com Milton Neves no velório de Gylmar dos Santos Neves, no Cemitério do Morumby, em 26 de agosto de 2013. À esquerda de Zito, Pepe. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

 

Dois momentos de Pepe em sua longa passagem pelo Santos

 

No dia 16 março de 1958, os jogadores do Santos admirando a taça. Da esquerda para a direita, Durval, Pagão, Pepe, Afonsinho e Pelé. Foto enviada por Moisés Bueno

 

Santos, em 1994. Da esquerda para a direita, em pé: Pepe (técnico), ìndio, Silva, Edinho, Marcelo Fernandes, Gallo e Júnior. Agachados: Marcelo Passos, Ranielli, Guga, Luciano e Cerezo

 

Em pé: Dalmo, Zito, Haroldo, Chico Formiga, Gylmar e Mauro Ramos. Agachados: Dorval, Lima, Coutinho, Pelé e Pepe. Famosa e vencedora formação do Santos Futebol Clube.

 

Pepe, no auge de sua forma.

 

José Macia, o Pepe, durante treino da Seleção Brasileira. Com a amarelinha, disputou 40 jogos e venceu duas Copas do Mundo.

 

Coutinho e Pepe com a camisa da seleção paulista de futebol

 

Pepe e Zito com a camisa do Santos

 

Pepe e sua mala de viagem

 

Pepe em uma revista.

 

Pelé, Gylmar e Pepe com uma faixa de campeão do mundo

 

Formação do Santos na década de 60. Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Joel Camargo, Haroldo, Geraldino, Gylmar e o jornalista Orlando Duarte. Agachados: Dorval, Mengálvio, Toninho Guerreiro, Pelé e Pepe

 

Treinamento da seleção brasileira. Da esquerda para a direita: Jair da Costa, Mengálvio, Quarentinha, Pelé e Pepe

 

Trio santista na seleção brasileira: Zito, Pepe e Pelé. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)

 

Campeões em 1958, na Suécia, com suas faixas pelo título da Copa. Da esquerda para a direita, Zito (com a Jules Rimet) seguido por Gylmar, Pepe e Pelé. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)

 

Pepe e Zito, duas lendas do Santos Futebol Clube

 

Em 1962 o Santos venceu o Peñarol por 2×1, pela Libertadores. Veja a escalação do Peixe: Coutinho, Dorval, Pagão, Dalmo, Lima, Pepe, Mengálvio, Calvet, Mauro Ramos, Gylmar e Zito.

 

 

Em 1968, antes do amistoso entre Atlético-PR e a seleção romena. Em pé, da esquerda para a direita: César (massagista), Djalma Santos, Amauri, Zito, Bellini, Tito e Barbosa. Agachados: Dorval, Jair Henrique, Waldir Galli, Ivan e Pepe. Colabolaram com a legenda Lycio Vellozo Ribas e Mário Celso Cunha

 

Pepe, Coutinho e Pelé. Segundo o jornalista Milton Neves: O Santos massacrava tanto o Corinthians que após o jogo o Coutinho chorava de dó deles. Aí Pepe e Pelé precisavam confortá-lo.

 

Em 1968, o Atlético-PR realizou um amistoso diante da Romênia contando com nada menos que Pepe, Bellini, Djalma Santos, Dorval e Zito. Bellini, Djalma e Dorval eram atletas do Furacão, enquanto Zito e Pepe foram convidados para reforçar a equipe na partida. Foto enviada por Wesley Miranda

 

Em 2014, relembrando um pouco de sua maravilhosa história no futebol. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)

 

Em 163, o goleiro Gilmar apresenta seus companheiros de seleção ao Duque de Glouscester, antes do amistoso Brasil e Inglaterra. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos FC)

 

Em 1963, o goleiro Gilmar apresenta seus companheiros de seleção ao Duque de Glouscester, antes do amistoso Brasil e Inglaterra. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos FC)

 

Pelé e Pepe no Maracanã. O distintivo santista de ambos está desbotado. E vale outra observação: seria mais fácil jogar se eles tivessem chuteiras um pouquinho melhores… Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)

 

O grande Pepe, em foto do arquivo do internauta Wesley Miranda

 

Na TV: Aguinaldo, Pepe e Silvio Santos

 

Armando Marques expulsa Pelé do gramado do Pacaembu, no jogo do "cai-cai", em que o São Paulo venceu o Santos por 4 a 1, no dia 15 de agosto de 1963. Além de Pelé, Marques mostrou cartão vermelho também para Coutinho. Na volta do intervalo, os santistas, indignados com a arbitragem, passaram a simular contusões para que a partida terminasse. Na imagem, além do Rei do Futebol e de Armando Marques, aparecem também Pepe, Bellini e o repórter Tom Barbosa, encoberto por Pelé

 

Pepe, Zito, Coutinho e Mauro

 

Pepe e Pepinho foram capas da revista Santástico no começo de 2014. Foto: Reprodução/Revista Santástico, 20ª edição, janeiro/fevereiro 2014

 

Em uma "selfie" no carro, Mauro Beting flagrou os ex-craques do Santos, Pepe, Coutinho e Zito

 

Pepe e Carlos Argenti Pereira. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Pepe recebeu homenagem da CBF em amistoso do Brasil no Morumbi no dia 06 de junho de 2014

 

Em 19 de dezembro de 2013, na sede do `Trem da Alegria´, comemorando o aniversário de Rubens Minelli. Da esquerda para a direita: Pepe, Minelli, Marco Aurélio Cunha, Basílio, pessoa não identificada, Eduaro Savóia e José Calil

 

Pepe e o filho Pepinho (treinador da base santista), comemorando o título do Peixe na Copa São Paulo de Futebol Júnior na capa da revista oficial do Santos Futebol Clube em abril de 2014.

 

Os três "Pês" da Seleção Paulista, Pagão, Pepe e Pelé.

 

ora do lanche para Mengálvio, Pepe e Zito na noite de 18 de fevereiro de 2014, no lançamento do livro Brasil Pentacampeão, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

 

Pepe, Mengálvio e Zito tomando um lanche na noite de 18 de fevereiro de 2014, no lançamento do livro Brasil Pentacampeão, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

 

Na noite de 18 de fevereiro de 2014, no lançamento do livro Brasil Pentacampeão, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Foto: Marcos Júnior/Portal TT

 

Foto enviada por Paulo Roberto de Queiroz Motta

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.