PUBLICIDADE
Topo

Santos humilha o Boca e deixa os palmeirenses com as pernas bambas

Milton Neves

13/01/2021 21h16

Foto: Conmebol

Santos 3 x 0 Boca Juniors

Milagroso, inacreditável, espetacular, fantástico, imenso…

Escolha qualquer dos adjetivos acima para se referir ao Santos FC de 2020/2021.

Um time que quando da parada da bola por causa da disseminação do novo coronavírus parecia fadado ao rebaixamento.

Mas que, com uma arrancada heroica, alcançou resultados inimagináveis dentro de campo!

Principalmente na Copa Libertadores da América.

Honestamente, gente, se alguém me dissesse em julho que o Santos chegaria à final da competição internacional eu daria enorme gargalhada na cara dela.

E não é que, com milagre atrás de milagre, a equipe que revelou para a humanidade o maior atleta do mundo em todos os tempos estará no Maracanã no próximo dia 30 para enfrentar o Palmeiras?

E, nesta trajetória brilhante, humilhando gigantes do continente!

Primeiro foi o Grêmio, nas quartas de final.

E nesta noite chegou a vez do imenso Boca Juniors levar um vareio dos maravilhosos Marinho (alô, Tite!), Soteldo e cia.

O time de Carlitos Tevez não chegou a ver a cor da bola diante da equipe comandada por Cuca na Vila.

E os 3 a 0 ainda ficaram baratos.

O Peixe teve dó, poderia ter feito muito mais, principalmente após a expulsão do covarde Frank Fabra.

Mas, e agora?

Agora que o Santos chega ao Maracanã com MUITO mais moral que o Palmeiras!

Aliás, os jogadores palestrinos devem ter assistido ao jogo entre Santos e Boca com as pernas bambas.

Afinal, com o Peixe não teve sorte, VAR ou apito.

Teve apenas garra, dedicação e bola.

E uma bola muito bem jogada!

Portanto, prestem muita atenção nas chances dos finalistas para o jogo do dia 30: Santos 75% x 25% Palmeiras!

E vai dar Peixe MESMO, para vingar as dolorosas derrotas no Paulistão de 1959 e na Copa do Brasil de 2015.

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.