PUBLICIDADE
Topo

Histórico

No Cruzeiro, Felipão voltará “mil vezes” ao Mineirão para relembrar o 7 a 1

Milton Neves

15/10/2020 20h23

A noite desta quinta-feira começou quentíssima no noticiário esportivo.

Afinal, o Cruzeiro, que já tinha ouvido "não" até mesmo do atual técnico do Cruz Preta de Alfenas-MG, enfim, anunciou o seu novo treinador.

E trata-se "simplesmente" de… Luiz Felipe Scolari!

Sim, meus amigos, Felipão está de volta ao hoje terceiro time de Minas Gerais após 20 anos.

Mas agora Scolari não encontrará na Toca da Raposa o "filé mignon" que ele tinha quando conquistou a Copa Sul-Minas de 2001.

Com um time muito fraco, Felipão terá o duríssimo e até outrora inimaginável trabalho de livrar o Cruzeiro da terceirona.

Mas fica aqui um alerta para a diretoria celeste.

Jamais deixe o experiente técnico do penta no banco dos mandantes do Mineirão.

Afinal, foi lá onde Scolari entrou para a história ao armar a pior seleção brasileira de todos os tempos, que perdeu de 7, mas que poderia ter levado até mesmo uns 12 a 1 da Alemanha.

E parece até castigo, não é mesmo?

Agora, no Cruzeiro, Felipão terá que revisitar "mil vezes" o estádio onde ele enterrou a sua carreira.

Sim, meus amigos, porque hoje em dia pouca gente lembra de Scolari pelo penta.

A primeira coisa que vem à cabeça do torcedor quando ouve o nome do treinador, sem dúvida, é o massacre da Alemanha para cima do Brasil em 2014.

E agora, será que ele conseguirá apagar os 7 a 1 pagando um mico ainda maior no Cruzeiro?

Aguardemos…

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.