PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Flamengo ainda vai passar muita vergonha em 2020...

Milton Neves

17/09/2020 22h55

Foto: Twitter/Conmebol Libertadores

Independiente del Valle 5 x 0 Flamengo.

Ah, mas teve a altitude…

Pois é, minha gente, desculpa esfarrapada, por que esse time do Flamengo só não fez chover no deserto na temporada passada, não é mesmo.

Ah, mas o técnico é outro, agora é o "Murtosa do Guardiola".

Fato é que esse Rubro-Negro ainda vai passar muita vergonha na temporada.

Na Libertadores, a sorte é que os outros integrantes do Grupo A, fora o Independiente del Valle, no caso o Junior Barranquilla e o Barcelona de Guayaquil, são muito fracos e seguem sem pontos.

O Del Valle tirou o zero do placar no final da etapa inicial, com Moisés Caicedo, aos 29 minutos.

No começo do segundo tempo, logo aos 4 minutos de bola rolando, Preciado fez o segundo do time equatoriano e Gabriel Torres, aos 12, marcou o terceiro.

Mas não parou por aí… Sánchez, aos 35, de letra, fez o quarto, mais um golaço e Beder Caicedo marcou o quinto…

Que massacre!

O maior sofrido pelo Fla em edições da Libertadores. Antes desse, 5 a 1 para o Grêmio, em 1984.

Há uma saída para o Flamengo, já alertei isso outro dia, que seria buscar o ingrato Jorge Jesus de volta.

O treinador do Benfica, que sofreu um revés dos grandes eliminado na "pré-Champions", poderia devolver ao time da Gávea o mesmo padrão de jogo que o técnico espanhol não está conseguindo imprimir agora.

Pois é, o Mengo inventou um "Murtosa do Guardiola" piorado e está acontecendo o óbvio…

E então, torcedor rubro-negro?

Qual a saída para o Mengão não passar (mais) vergonha em 2020?

OPINE!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.