PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Thiago Neves provocou o Galo e acabou dando bom dia a cavalo. Bem feito!

Milton Neves

15/09/2020 09h57

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Thiago Neves, dos melhores meias-atacantes que o futebol brasileiro produziu nos últimos tempos, esteve muito próximo de, mesmo com 35 anos, reforçar a seleção atleticana que, segundo o "Data-Neves", tem 97,41% de chances de levar o Campeonato Brasileiro deste ano.

E seria um acordo fantástico para o já veterano jogador, livre no mercado após sua estranha rescisão de contrato com o Grêmio.

Segundo os competentíssimos colegas da crônica esportiva mineira, Neves, que não é meu parente, teria sido um pedido do técnico Jorge Sampaoli aos cartolas do Galo.

E este "casamento" esteve muito perto do "sim".

Até um pré-contrato chegou a ser assinado pelo jogador.

Mas, na noite de ontem, vimos a força que tem a Massa Atleticana.

Os torcedores do Galo dominaram as redes sociais, principalmente o Twitter, cobrando que o presidente Sérgio Sette Câmara não fechasse o negócio.

Foram MILHÕES de mensagens.

E qual o motivo da birra dos torcedores do Maior de Minas com Thiago Neves?

Acontece que o atleticano não tem memória curta!

E se lembra muito bem das gozações feitas pelo jogador com o Galo quando o mesmo ainda defendia o Cruzeiro.

Uma delas, inclusive, extremamente infeliz, usando a tragédia de Brumadinho-MG para atacar o rival.

Tudo isso para fazer média com a torcida do Cruzeiro.

No fim das contas, a pressão atleticana venceu e Sette Câmara desistiu da contratação do atleta.

Bem feito!

É, Thiago Neves, você, com seus 35 anos, já deveria ter aprendido que quem fala demais dá bom dia a cavalo.

Ninguém mandou mexer com o Galo…

Peça agora para que os cruzeirenses que você tentou agradar com aquelas piadinhas paguem o seu salário!

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.