PUBLICIDADE
Topo

Hoje rival, Ceni parece ser o único capaz de recolocar o SP nos trilhos

Milton Neves

13/08/2020 04h00

Foto: Rubens Chiri/SPFC

Quantas histórias Rogério Ceni tem no estádio do Morumbi, não é mesmo?

Algumas tristes, é verdade.

Mas muitas, muitas e muitas felizes!

E como será estranho ver o M1to tricolor voltando ao Cícero Pompeu de Toledo do lado adversário, no São Paulo x Fortaleza desta noite.

E bota estranho nisso!

Só imagino o quanto Ceni poderia ainda estar ajudando o São Paulo neste difícil momento.

Ele não deveria ter dado o passo maior do que a perna em sua primeira experiência como técnico são-paulino, em 2017.

Deveria ter começado em um time mais modesto ou nas categorias de base do próprio clube do Morumbi.

Do jeito que é competente, já teria sido efetivado ao time principal há tempos e, hoje, a situação do São Paulo seria bem diferente.

Sinto que Rogério Ceni, por tudo que vem apresentando no Fortaleza, por sua liderança e por sua gloriosa história no Morumbi, é o único profissional capaz de recolocar a São Paulo no caminho das vitórias.

E ele fará isso, já que voltará imediatamente assim que Leco, seu desafeto, deixar o Tricolor, creio.

Bom, mas e o meu palpite para o jogo de hoje?

Pois tomem nota: São Paulo e Fortaleza vão empatar em 2 a 2.

E o meu Santos?

Xiiiii…

E justamente contra o bom Internacional, lá no Beira-Rio?

Situação extremamente difícil.

Cuca é ótimo e até conseguirá acertar o limitado time do Peixe.

Mas hoje a vitória será do Colorado: 2 a 1.

No duelo de São Januário, o Vasco não vive fase primorosa, mas o Sport consegue estar pior

Então o Cruzmaltino vencerá por 3 a 2.

E você, o que espera para os jogos desta noite?

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.