PUBLICIDADE
Topo

Bom senso vale tanto quanto protocolo: Palmeiras deveria se recusar a jogar

Milton Neves

03/08/2020 15h58

Foto: Getty Images

Em semana de Dérbi dos novos tempos, novas polêmicas.

A da vez foi o absurdo pedido do Corinthians com relação aos exames de covid-19 que têm sido realizados antes das rodadas.

O clube simplesmente quer que seus atletas não sejam testados!!!

O Timão justificou a reivindicação alegando que toda a sua delegação está confinada desde o início do mata-mata do Paulistão.

Por esse isolamento, seguindo à risca o protocolo da Federação Paulista de Futebol, aprovado pelo governo do Estado de São Paulo, o clube realmente não é obrigado a realizar os exames.

Mas, o que custa passar por tal procedimento?

O que vale mais: protocolo ou bom senso?

Os membros da delegação não perderiam cinco minutos do dia realizando os exames.

Parece até estratégia para tentar desestabilizar o rival.

Mas é importante ressaltar que o Verdão também não é santo nessa história.

O clube não está seguindo o protocolo e continua liberando os jogadores após as partidas.

Mas pelo menos, teoricamente, não está colocando em risco os atletas de outros times, já que realiza os exames assim que convoca sua delegação para a concentração.

E agora o Verdão deve, sim, cobrar que o Corinthians faça o mesmo!

Se o Timão não testar seus jogadores, o Palmeiras tem que bater o pé e não entrar em campo!

Simples!

Opine!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.