PUBLICIDADE
Topo

Tévez de volta? A verdade é que sua passagem pelo Timão foi bem meia boca

Milton Neves

27/06/2020 04h00

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Vivi grandes momentos na televisão brasileira, graças a Deus e ao projeto Band-Traffic, que apostou em mim em 1999 para apresentar o conceitual SuperTécnico (1999 – 2001).

De lá para cá, foram tantos programas, no esporte, no entretenimento e no jornalismo policial, que até perdi as contas.

Mas talvez eu nunca tenha tido tanta audiência quanto em 2004, em 2005 e em 2006, quando, ainda na TV Record, apresentava o "Debate Bola" e o "Terceiro Tempo".

É que, com a internet ainda engatinhando, todo mundo se informava pelos programas esportivos de TV sobre as novas bombásticas contratações da parceria Corinthians-MSI.

Quando Carlitos Tévez estava para assinar, então…

Foi algo grandioso, já que o atacante de 20 anos era uma realidade no poderoso Boca Juniors e times do mundo todo buscavam a sua contratação.

E agora, como Tévez anda insinuando por aí que, aos 36 anos, deseja voltar ao Parque São Jorge, comecei a relembrar essa época, inclusive o Troféu Bola de Ouro que entreguei a ele em dezembro de 2005 (o argentino foi considerado pela Revista Placar o melhor do Brasileirão daquele ano).

Milton Neves entrevista Tévez, ao lado de Kia Joorabchian e Renata Fan, durante a entrega do troféu Bola de Ouro, no dia 11 de dezembro de 2005. Foto: Portal TT

E me lembrei de outra coisa: apesar de o corintiano nutrir grande carinho pelo argentino, essa passagem de Tévez pelo Timão foi bem meia-boca, não?

Não que ele tenha jogado mal com a camisa alvinegra.

Em 78 jogos, marcou 46 gols, alguns deles maravilhosos, como o que você recorda no vídeo abaixo, com direito a "olé" em Gamarra.

 

Mas e os resultados?

Com Carlitos, o Corinthians venceu apenas o Campeonato Brasil de 2005.

E na mão grande (coitadinho do Inter…).

Caiu na Libertadores de 2006 nas oitavas de final para o fraco River, que não passou da fase seguinte.

Não conseguiu ganhar um Paulistinha ou uma Copa do Brasil (em 2005, o Timão foi eliminado pelo Figueirense nas oitavas de final).

E não foi capaz de quebrar o incômodo tabu diante do São Paulo.

Ou seja, foi muito barulho para pouquíssimo resultado.

Mas já merecerá um busto se realmente voltar, como anda alardeando por aí, e evitar que o Corinthians tenha o mesmo fim do Cruzeiro.

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves