PUBLICIDADE
Topo

Pelé superestimado? Site burro da Inglaterra tenta diminuir o Rei!

Milton Neves

30/05/2020 04h00

Pelé, the King of Football (escrevi em inglês para que o pessoal lá da Terra da Rainha entenda)

Ah, os ingleses…

Eles inventaram o futebol, é verdade.

Mas, com a bola rolando, ganharam apenas uma Copa, em 1966, e contando com um dos maiores roubos promovidos pela arbitragem em todos os tempos.

Seus times, claro, são fantásticos.

Todos eles vitaminados com o puro talento de jogadores estrangeiros "não caneludos".

E percebi na última sexta-feira que alguns ingleses andam pisando na bola também na hora de comentar o futebol.

Afinal, como podemos levar a sério um site como o "Football 365", que apontou simplesmente Pelé como o jogador mais… SUPERESTIMADO DA HISTÓRIA?!?!?!

Confira, abaixo, o """genial""" raciocínio do responsável pelo artigo:

"Ele não foi o melhor jogador do Brasil na Copa de 1958, nem na de 1970, e passou boa parte da de 1962 lesionado. Além disso, turbinou suas estatísticas com amistosos não oficiais e coisas do tipo. Heleno de Freitas e Garrincha podem ter sido tão bons quanto, o que prova que Pelé se beneficiou das circunstâncias. O primeiro nasceu cedo demais para aproveitar a exposição na TV e o segundo não tinha interesse em se promover".

Burros, burros, burros!!!

Ora, Pelé não foi o melhor em 1958 por ter apenas 17 anos (!!!), em 1962, claro, por ter se machucado, em 1966, caçado pelos portugueses, se contundiu novamente, e em 1970, já com 29 para 30 anos, ele foi, sim, o "Bola de Ouro" do Mundial.

E esse papo de que Pelé precisou de amistosos para turbinar estatísticas é tremenda bobagem.

Ora, o calendário de antigamente era infinitamente mais enxuto que o atual.

Aí, o que o time poderia fazer?

Ficar na concentração jogando tranca e esperando pelo próximo compromisso oficial?

Claro que não!

E o Santos fazia tantos e tantos amistosos pelo mundo porque simplesmente o mundo todo queria ver Pelé!

O clube praiano só conseguiu manter o Rei do Futebol por tanto tempo na Baixada por causa da dinheirama que ganhou com essas partidas não oficiais.

E, com a TV que ainda engatinhava nos anos 50 e 60, Pelé teve exposição de aproximadamente 0,37 da que os caneludos de hoje em dia têm com as novas mídias.

A fama de Pelé correu o mundo no boca a boca.

E imagine se o Rei contasse com os gramados atuais, regras protetivas da Fifa pró-talento, alimentação profissional, material esportivo top de linha, chuteiras excepcionais e medicina e fisioterapia de última geração.

Ora, teria feito entre 3.600 e 4.200 gols e teria sido 5 milhões de vezes mais Pelé!

Contra essa becaiada ruim então…

É preciso estudar a história da bola para não passar vergonha por aí, moçada inglesa!

Pensando bem, o futebol não foi inventado na Inglaterra porcaria nenhuma.

O esporte mais apaixonante do planeta foi criado por Dondinho e por Dona Celeste em Três Corações-MG no dia 23 de outubro de 1940.

E, com muito carinho, eu dedico o vídeo abaixo ao pessoal do site "Football 365", que não sabe absolutamente nada de bola:

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves