PUBLICIDADE
Topo

Relembre divertidas gafes da imprensa esportiva e não pegue no meu... pé!

Milton Neves

05/05/2020 04h00

"Todo mundo erra", garante o filósofo Mauro Beting, sempre fugindo do óbvio.

Assim sendo, claro, nós, da crônica esportiva especializada, também cometemos os nossos deslizes.

E o motivo desse post não é para ridicularizar nenhum companheiro, é claro.

Até porque selecionei algumas pisadas de bola de minha carreira também.

Portanto, não peguem no meu… pé! (Risos)

Vamos recordar momentos leves para que possamos encarar de uma melhor maneira esses dias tão angustiantes.

Pega no meu… (no player, clique em 'abrir no navegador')

Bom, e começo com a clássica pisada de bola de minha longa e vitoriosa carreira. Quem estava do outro lado da linha era a dona Conceição, torcedora-símbolo da Ponte Preta (não era a Hebe Camargo, como pensam alguns pela risada).

Debilitado… (no player, clique em 'abrir no navegador')

Marcinho, do Grêmio, desconcertou a equipe de rádio gaúcha em 2005 ao dar muitos detalhes sobre o incômodo que o tirou duelo contra o Bahia.

É com você, Alex!

Início de carreira é assim mesmo, Alex. Acontece com muita gente. Não desanime e siga em buscas dos seus sonhos!

Que mer…

 

A reação de Marinho, hoje no Santos, mas à época no Ceará, é impagável…

Aí não, Zezinho! (No player, clique em 'abrir no navegador')

Zezinho isolou o pênalti e deixou o narrador bravo!

Arce poderia ter evitado o rebaixamento corintiano em 2007

O competente Hugo Botelho mandou o boliviano para aquele lugar… E como era ruim esse time do Corinthians, hein?

Susto

 

Nessa não tive culpa alguma. O inquieto Mauro Beting que nunca conseguia me deixar em paz nos estúdios da Rádio Bandeirantes.

Desentendimento entre craques

 

Não sejamos hipócritas, profissionais de todo setor de atividade perdem as estribeiras algum dia. E Galvão, que ama Pelé, se desculpou com o Rei, que não era realmente grande comentarista (risos).

Um pequeno desastre

 

Coitado, mas quem pisou na bola foi a produção, não é mesmo?

Afinal, o que aconteceu?

O jovem João Paulo, do São Paulo, parecia um pouco confuso após o jogo.

Que dupla!

 

Com Antero e Amigão não tem tempo ruim. Fantásticos. No vídeo acima, uma compilação de grandes momentos da dupla.

Hora certa

 

O que será que aconteceu com o relógio do querido locutor?

Bandeirinha na Playboy

 

Paulo Morsa enxerga duplo sentido até nas frases mais inocentes.

"Calma, Doutor Osmar, já, já o senhor fala…"

Ah, como é bom relembrar momentos inesquecíveis do emblemático "Debate Bola".

"Esse programa tá uma…"

 

O companheiro José Carlos Lippi, do interior do Rio de Janeiro, ficou bravo com a direção da TV Cidade.

PÃO!

 

O desabafo de Neto em 2017, quando o Corinthians estava quase entregando a taça do Brasileiro no colo do Palmeiras, entrou para a história.

Pênalti sem goleiro…

Falta de respeito com o nosso querido Ulisses Costa. Não gostei!

Como é o nome da cidade? (No player, clique em 'abrir no navegador')

Essas coisas só acontecem comigo…

O segredo de Dadá Maravilha (no player, clique em 'abrir no navegador')

Nem o Rei de Roma conseguiu segurar a risada.

Milton Neves ou Gilberto Barros?

 

As moças se confundiram (risos). E o senhor Frank Fortes se divertiu…

SÓ PARA MAIORES DE 18 ANOS (no player, clique em 'abrir no navegador')

Gil foi, no mínimo, deselegante…

E aí, amigo internauta, qual a sua favorita?

Opine! 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves