PUBLICIDADE
Topo

Fausto Silva, o grande bom caráter da TV do mundo, chega aos 70 anos!

Milton Neves

02/05/2020 04h00

Pouca gente sabe que, no início da década de 60, em Araras-SP, Faustão fazia muito sucesso debaixo das traves! Foto enviada por Christiano Blota

Sim, muitos da área da comunicação ajudam quem precisa e merece.

Mas ninguém supera a bondade de Fausto Corrêa da Silva.

Para enumerar o que ele faz e já fez para tanta gente do meio precisaríamos do maior espaço já visto na imprensa.

É um São Francisco, uma Madre Teresa de Calcutá, um Papa João Paulo II ou um Bill Gates da filantropia.

Parabéns pelos seus 70 anos de vida, meu velho companheiro de Jovem Pan, a partir de 1972!

Fausto Silva, o grande goleiro que não deixa passar nada de necessidade nas vidas de seus companheiros.

Timaço do Estadão! Da esquerda para a direita, em pé: Luiz Carlos Ramos é o primeiro, Fran Augusti é o terceiro e Faustão é o quarto. Agachados: Tuca Pereira de Queiroz é o quarto. Foto enviada por Lourival Silvestre

Equipe da Rádio Jovem Pan em 1973, reunida no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi. Época em que as arquibancadas eram apenas de cimento. Da esquerda para direita: Joseval Peixoto, Orlando Duarte, Cláudio Carsughi, Osmar Santos, Israel Gimpel, Milton Neves, Randal Juliano, Constantino Ranieri, Fausto Silva, Leônidas da Silva, Cândido Garcia, Edemar Annuseck e Aluani Neto

Anúncio da Rádio Jovem Pan no Jornal da Tarde, na década de 70, apresentando José Silvério, Randal Juliano, Fausto Silva e Milton Neves. Emocionante!

Para conquistar o título Paulista-1977, o Corinthians venceu o primeiro jogo por 1 x 0 (gol de Palhinha), perdeu o segundo por 2 x 1 e venceu o terceiro e decisivo duelo por 1 x 0, com o famoso gol de Basílio. Na foto, Faustão (de óculos) e, ao lado, Wanderley Nogueira carregam a taça

Da esquerda para a direita: Milton Parron, José Carlos Romeu, Geraldo Blota, Cândido Garcia, Clóvis Messias e Fausto Silva. Foto: Cedom (Centro de Documentação e Memória da Rádio Bandeirantes), enviada por Milton Parron

Na primeira fileira, da esquerda para a direita: Arlérico Jacome, Antônio Edson, Braga Júnior, Carlos Aymard, Castilho de Andrade, César Perreira, César Teixeira, Romeu Cezar, Eduardo Barbosa, Eduardo Castro, Fausto Silva, Henrique Guilherme, Jorge de Souza e José Bifurco. Na fileira do meio, da esquerda para a direita: Lucimara Parisi e, em destaque, Osmar Santos. Na fileira de baixo, da esquerda para a direita: Loureiro Júnior, Márcio Bernardes, Nilson Reigada, Odir Cunha, Odinei Edson, Osvaldo Maciel, Ovidio Nascimento, Reginaldo Gomes, Roberto Carmona, Silvio Filho, Silvio Ruiz, Tim Teixeira e Valdir Nogueira

Veja esta rara foto, dias antes do início da Copa de 1982, dentro do avião viajando à Espanha: o personagem do comercial da Gillette, Pachecão, o volante Falcão,o zagueiro Edinho e à direita o então repórter da rádio Globo, Fausto Silva

Veja Faustão em seus tempos de repórter esportivo

Zé Carlos Serrão, ao final de um jogo do Tricolor, é entrevistado pelo então repórter de campo Fausto Silva

E não é que Fausto Silva foi um grande goleiro da Rádio Jovem Pan? Isso aconteceu na década de 70

Tatá Alexandre, ao lado de Faustão, participa do programa "Perdidos na Noite" fazendo um de seus inúmeros personagens

Fausto Silva ( ainda em sua época de repórter de campo) e Edemar Annuseck, em 1975, na "churrascaria Saci", do SC Internacional, em Porto Alegre (RS)

Foto de um dos jogos inaugurais do estádio do Canindé. Da esquerda para a direita vemos Carlos Alberto Torres, o ex-árbitro Oscar Scolfaro, Fausto Silva, então repórter de rádio, e Simões, jogador do Benfica

Timaço de jornalistas da Rádio Globo em 1983. No anúncio, o "treinador" Osmar Santos escala Roberto Carmona, Sílvio Ruiz, Cléber Machado, Odinei Edson, Henrique Guilherme, Márcio Bernardes, Castilho de Andrade e Fausto Silva, o Faustão

Rivellino cumprimenta Ademir da Guia antes da final entre Corinthians e Palmeiras no Morumbi, em 22 de dezembro de 1974. No centro da foto, o árbitro Dulcídio Wanderley Boschilia. Atrás, com o microfone da Rádio Jovem Pan, Fausto Silva

Anos 70: Faustão, com o microfone da Jovem Pan, entrevista o Rei

Fausto Silva empunha o microfone da Pan ao lado de João Avelino (de camisa branca) em busca de ouvir o vitorioso técnico Oswaldo Brandão após a conquista corintiana em 13 de outubro de 1977

Fausto Silva entrevistando Pelé em 1973, no Morumbi

Anos 70, no Morumbi, quatro integrantes da equipe da Rádio Jovem Pan. Da esquerda para a direita: Wanderley Nogueira, Faustão, Cândido Garcia e Flávio Adauto

Inauguração do Canindé: Carlos Alberto como jogador da Lusa por um jogo contra o Benfica. O repórter é Fausto Silva

Teve um jogo Itália x Brasil em Roma que ele [Faustão] foi como repórter de campo. Aí voltaram e tudo bem. Um dia estava na minha salinha, que era dele, e ele chegou para apanhar algumas coisas numa gavetinha. Ele estava com um agasalho maravilhoso, italiano, eu falei: 'ô, Fausto, que beleza essa tua japona'. Ele disse que comprou em Roma e tal. Isso foi no sábado. Aí no domingo ia ter um São Paulo x Palmeiras. Eu já estava na rádio fazendo plantão de estradas para depois fazer o plantão esportivo quando chega o Fausto com um embrulho na mão. Ele passou lá antes de ir para o Morumbi e falou assim: – Ó, mineiro, está aqui um presente pra você. – Pô, é a japona, é a jaqueta! – Sim, e é de pele de antílope. – Mas por que você está me dando? – Porque você gostou. Eu só usei 3 vezes. Gostei também, mas você precisa mais. Pode ficar. Aquilo ali foi como se ele tivesse me dado um apartamento. Ele tem um coração de ouro e eu tenho essa jaqueta até hoje. Fui no aniversário de seis ou sete anos do meu filho com ela. O Fausto me emociona. Ele vai para o céu direto e merece. É um sujeito bom.

NOS COMENTÁRIOS, DEIXE A SUA MENSAGEM PARA O QUERIDO FAUSTÃO!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves