PUBLICIDADE
Topo

Morre João Marcos, goleiro do Palmeiras e do Grêmio que venceu o alcoolismo

Milton Neves

02/04/2020 12h44

Ex-goleiro do Palmeiras e do Grêmio nos anos 1980, João Marcos morreu às 6h desta quinta-feira (2), aos 66 anos. Ele estava internado no Hospital da Unesp de Botucatu-SP, onde acabou sofrendo complicações no esôfago.

João Marcos era exemplo de superação para muitos dependentes químicos. O ex-goleiro foi internado no ano 2010 no Recanto Fonte Luz, em Mogi das Cruzes-SP, para iniciar tratamento contra o alcoolismo. Deixou a clínica pouco tempo depois e passou a ajudar com palestras pessoas que buscavam superar este mesmo problema.

João Marcos começou a carreira no Guarani. Jogou também no São Bento de Sorocaba-SP e no Noroeste de Bauru-SP, antes de se transferir para o Palmeiras, em 1980. Permaneceu no alviverde até 85 e encerrou a carreira no Grêmio de Porto Alegre, em 1986.

João Marcos viveu grande fase em 1984, que o levou à seleção brasileira. Disputou apenas um jogo, no dia 21 de junho, quando o Brasil venceu o Uruguai por 1 a 0.

O ex-goleiro deixou Ivete, sua esposa, e três filhos.

Leia também:

A CARREIRA DE JOÃO MARCOS NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

JOÃO MARCOS, CAMPEÃO DA VIDA!

A única partida do goleiro João Marcos na Seleção Brasileira foi em 21 de junho de 1984, em Curitiba-PR, no estádio Couto Pereira, sob o comando de Edu Coimbra, o time verde e amarelo venceu o Uruguai por 1 a 0, gol de Arturzinho. Em pé: Edson Abóbrão, João Marcos, Oscar, Mozer, Jandir e Wladimir. Agachados: o massagista Nocaute Jack, Tita, Delei, Reinaldo, Arturzinho e Marquinho Carioca. Foto Arquivo pessoal João Marcos.

Em 06 de fevereiro de 1983, no antigo estádio Palestra Itália em São Paulo, o time do Palmeiras que goleou o Mixto-MT por 4 a 0, pelo então Campeonato Brasileiro vigente – Em pé: Carlão, Nenê Santana (foi zagueiro e técnico da Ponte Preta-SP), Cléo Hickman, Rocha (já falecido), Perivaldo e João Marcos. Agachados: Carlos Alberto Borges (o Raio), Luis Pereira, Jorginho, Carlos Alberto Seixas e Carlos Henrique. O treinador Rubéns Minelli não está na foto. Foto Arquivo pessoal de João Marcos

Treino do Guarani em 1972, no Brinco de Ouro da Princesa. Em pé, o primeiro da esquerda para a direita é o goleiro João Marcos. O oitavo é Joãozinho, que também atuou pelo Santos. Em seguida está Washington. Na sequência, com as mãos na cintura, Darcy. O primeiro agachado (de camisa regata) é Mauro Campos, o Mauro Cabeção. Em seguida, à frente, está Ednaldo (com os braços sobre os joelhos). Foto enviada por Roberto Diogo

João Marcos: exemplo de superação

Em pé, da esquerda para a direita: Figueira, João Marcos, Tobias, Mococa, Araújo e Mauricinho. Agachados: Lela, Carlos Roberto Palito, Jairzinho, Eduardo e Wallace. Foto enviada por Alexandre Varrone

Com Reinaldo Henrique Moreira, o benfeitor que ajudou João Marcos a se internar. Foto enviada pelo próprio Reinaldo Henrique Moreira

Foto enviada por Reinaldo Henrique Moreira

Em 28 de setembro de 2012

Em pé (da esquerda para a direita): Márcio Alcântara, Nenê, Vagner Bacharel, Batista, Perivaldo e João Marcos. Agachados: Barbosa, Jorginho, Carlos Alberto Seixas, Carlos Alberto Borges e Carlos Henrique. Quem enviou essa foto foi Ricardo Valentini Mola, que aparece como mascote na foto. Ele é a terceira criança da esquerda para a direita

Em pé (da esquerda para a direita): Rocha, Nenê, Vágner Bacharel, Carlão e João Marcos. Agachados: Batista, Luís Pereira, Jorginho, Carlos Alberto Borges, Enéas e Carlos Henrique. Quem enviou esta foto foi Ricardo Valentini, que aparece como mascote na foto. Ele é a terceira criança da direita para a esquerda

Em pé, da esquerda para a direita: João Marcos, Borges, Araújo, Jorge Fernandes, Ednaldo e Beto. Agachados: Bugre, Carlos Roberto Palito, Jairzinho, Amadeu e Baroninho

Trio de goleiros do Guarani no início da década de 1970. Aqui, Bessa, primeiro à esquerda, está ao lado de João Marcos e Sidney Polly, ex-Flamengo e Corinthians

Em pé, da esquerda para a direita, estão Benazzi, Vitor Hugo, Jaime Boni, Marquinhos, Darinta e o goleiro João Marcos; agachados, também da esquerda para a direita, estão Osni, Paulinho, Sena, Celio e Baroninho. A foto foi tirada no dia 25 de fevereiro de 1981, quando o Verdão bateu o Guarani por 2 a 0 pela Taça de Prata e conquistou o direito de disputar, no mesmo ano, a Taça de Ouro. O jogo foi disputado no Parque Antártica e acompanhado por mais de 33 mil pagantes. O atacante Sena marcou os dois gols do encontro

Academia de goleiros. Da esquerda para a direita: Ivan Izzo, Marcos, Sérgio, Velloso, João Marcos e Chicão. Foto: Reprodução/Facebook

Equipe do São Bento entrando no gramado do Pacaembu em 1978, para enfrentar a Portuguesa de Desportos. A partida terminou 0 a 0. À frente está Gatãozinho, seguido pelo goleiro João Marcos e Tutu. Foto: arquivo pessoal de Gatãozinho

João Marcos e Walter Zum-Zum

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves