PUBLICIDADE
Topo

E o vírus realmente virou grande gol contra

Milton Neves

13/03/2020 18h00

Por causa boa notícia de que médicos cubanos ajudaram profissionais chineses a curar alguns pacientes com Coronavírus sugerindo a administração do medicamento Interferón alfa 2B, que já existia, republico aqui a minha coluna do dia 28 de fevereiro deste ano.

Além Dele, ninguém mais tem o poder de prever o futuro, claro.

Mas até que eu fui profético no texto que vocês lerão novamente abaixo.


É a velha história do italiano Arrigo Sacchi: "o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes".

Pois, agora com essa tragédia toda criada por pobres e humildes "porcos" chineses, vivendo à margem do bilionário mundo do capitalismo de Xi Jinping, o negócio é todo mundo jogar e torcer contra o Coronavírus FC, o mais cruel, "macabro" e que pode virar o maior matador da história.

Que joguemos juntos, vamos dar voz aos ministros da Saúde do mundo – o do Brasil me agrada – e aos secretários de saúde pública dos municípios de todo canto.

Mas evitemos o desespero e a injustiça.

A pessoa que tem olhos puxados não é necessariamente chinesa.

Absurdo: fala-se inclusive de edifícios impedindo o acesso de chineses em seus elevadores sociais!

E para todo lado já temos também não-chineses infectados.

E já no planeta olha-se com desdém, receio e medo para japoneses, coreanos do sul e do norte e de outros povos de "rosto igual".

E por que falei em "pobres e humildes porcos chineses"?

Sim, garante-se no mundo dos especialistas que essa praga veio do "mundo esquecido" da milionária China, "onde se come de tudo que anda".

Ratos, gambás, morcegos, baratas, pangolins, escorpiões, grilos e "outras iguarias".

Daí veio essa praga toda devastadora de vidas, esperanças, empregos, bolsas de valores e de empresas.

Será o fim do mundo?

É o que se alardeia.

Mas por outro lado é um grande teste dessa politicaiada incompetente do mundo inteiro.

Que esses políticos indecentes de plantão atualmente, no comando de todos os países do planeta, acordem e mostrem serviço pela primeira vez na vida.

O Coronavírus é um vestibular megaconcorrido para que esses homens do poder mundial parem de enganar, passando a arregaçar as mangas para a morte desse terrível demônio que a China "nos brindou".

E chega, por enquanto (por enquanto, repito!), dos malísticos papos como direita, esquerda, comunismo, ditadura, democracia liberal, fanatismo religioso, anarquismo, parlamentarismo, monarquia, neoliberalismo, socialismo, capitalismo brando ou selvagem e outros extremismos pelo planeta.

Hoje só interessa o Coronavírus, de Wall Street, em Nova York, até a falida fábrica de doces de Muzambinho-MG.

Vamos lá, politicaiada do mundo, provem que vocês são bons ou ótimos e não apenas carreiristas políticos de ocasião.

Quem matar o Coronavírus será o novo Albert Sabin que, de tão sábio, fez e faz com que milhões de pessoas andem livres da poliomielite.

E o mundo, talvez mais do que nunca, precisa urgentemente de Pelé da medicina.

E ele pode estar em qualquer cantinho de qualquer país estudando e esperando para ser o nosso "Salvador da Pátria".

E sabem para quem torço para fazer o mundo sorrir aliviado com uma vacina maravilhosa?

Para Cuba!

Sim, para Cuba, afinal na vida não existe outra máxima segundo a qual "de onde menos se espera é que vem a solução"?

E a famélica e a colônia Cuba dos Castros não tem "a melhor medicina do planeta", como pregam os doentes vermelhos do Brasil, da Bolívia e da Venezuela?

Pois agora se a assaltada, vilipendiada e escravizada Cuba der este presente para a humanidade, o mundo inteiro jogará no time-revelação chamado de Cuba FC!

E aquela ilha do terror e da escravidão se tornará a "Suíça do Caribe".

Tomara!

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves