PUBLICIDADE
Topo

Neto, Felipe Melo, Luxa... Veja os convocados para o 'Big Brother da Bola'

Milton Neves

08/02/2020 04h00

Gente, não é da minha área, é claro, e tampouco assisto.

Mas, confesso, sou viciado em redes sociais, como boa parcela da população.

Aí, não tem jeito, você acaba se informando sobre tudo o que estão comentando por lá.

E como estão comentando esse tal de "Big Brother" deste ano, não é mesmo?

Meu amigo Tiago Leifert e o competente Boninho acertaram a mão no elenco.

Tem até um ex-jogador de futebol, chamado Hadson, que certamente integrará a seção "Que Fim Levou?" assim que for eliminado pelo público.

E, por causa desse sucesso todo, pensei no seguinte: vocês já imaginaram se tivéssemos um "BBBB"?

Ou seja, o "Big Brother Brasil da Bola".

Seria um fenômeno de audiência, certamente.

Ah, se alguma emissora quiser "roubar" minha ideia, não tem problema algum.

Inclusive, deixo abaixo até a convocação do elenco que daria o que falar neste hipotético confinamento.

Começo escalando os encrenqueiros e namoradores, que dariam o que falar na casa:

Neto – O craque da Band hoje sabe tudo sobre TV e teria grandes chances de levar o prêmio.

Paulo Nunes – Hoje ele está mais sossegado, mas, assim como ele fazia com as partidas de futebol, ele também poderia "colocar fogo" na casa.

Edmundo – Dispensa comentários. O ídolo de vascaínos e de palmeirenses causaria grandes polêmicas.

Serginho Chulapa – Grande figura, seria incrível na resenha com os demais participantes.

Zenon – O problema é que ele se acharia o mais bonito e o melhor participante de todos os tempos.

Felipe Melo – Nitroglicerina pura. E lá certamente faria as pazes com Neto.

Denilson – Assim como Chulapa, acrescentaria muito na resenha.

Luxemburgo – O "Pofexô" seria o paizão do grupo.

E, claro, com todos esses polêmicos participantes, precisamos também de personagens mais calmos no elenco. Veja os meus escolhidos deste núcleo abaixo:

Ademir da Guia – Encerraria todas as brigas com seus discursos calmos e demorados.

Rivaldo – O "craque calado" seria também muito importante para manter a harmonia da casa.

Kaká – Responsável pelo culto da semana. Acabaria convertendo metade da casa.

Pato – Certinho como Kaká, também compensaria toda a "brigaiada" do grupo mais polêmico. Mas precisaria colaborar nas tarefas da casa mais do que tem ajudado o São Paulo em campo.

E quem apresentaria?

Tiago Leifert que me desculpe, mas, modéstia à parte, ninguém tocaria esse barco melhor do que eu (risos).

Mas e aí, amigo internauta, quem você levaria para este hipotético Big Brother Brasil da Bola?

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves