PUBLICIDADE
Topo

Os reforços que devem e os que não devem vingar em 2020!

Milton Neves

22/01/2020 04h00

Exceção feita ao Flamengo, que está montando agora também um ótimo time reserva – o que, para mim, pode ser um tiro no pé –, a janela de transferências aqui no Brasil tem sido bem, mas bem magrinha.

Até o Palmeiras tirou o pé do acelerador…

Realmente, os nossos clubes estão quebrados!

Mas isso não impediu que o período de transferências rendesse algumas boas contratações por parte das equipes brasileiras.

Outras, claro, nem tanto.

Pensando nisso, listo abaixo cinco reforços que devem e cinco reforços que não devem vingar em 2020.

Leia os meus escolhidos e, nos comentários, faça você também a sua lista!

VÃO VINGAR

– Michael (Flamengo): a revelação do Campeonato Brasileiro de 2019, que já estava jogando com extrema facilidade no limitado time do Goiás, tem tudo para crescer ainda mais no excelente Flamengo. Tomara que ele tenha sequência…

– Luan (Corinthians): "Luanel Messi" já mostrou seu cartão de visitas na Florida Cup. Definitivamente, ele não esqueceu como se joga futebol. Se conseguir focar apenas no esporte, terá muito sucesso com a camisa do Timão.

– Vanderlei (Grêmio): difícil de engolir a saída do arqueiro da Vila Belmiro. Sorte do Tricolor Gaúcho, que reforçou um setor muito carente de seu elenco com um dos melhores arqueiros do futebol brasileiro.

– Dudamel (Atlético-MG): o Galo andou capengando nos últimos anos no quesito técnico. Mas parece que desta vez acertou com o venezuelano Dudamel, que realizou belo e hercúleo trabalho comandando a seleção de seu país.

– Artur (Red Bull Bragantino): a contratação de Artur foi um marco na vida do time da Terra da Linguiça. E o atacante, muito bom de bola, tem tudo para arrebentar neste novo "BragaBull".

NÃO DEVEM VINGAR

– Sidcley (Corinthians): o lateral teve uma boa primeira passagem pelo Parque São Jorge. A forma física que ele apresentou durante a Florida Cup, no entanto, faz com que fique difícil apostar em seu sucesso em 2020.

– Jean (Atlético-GO): o goleiro simplesmente não tem como se redimir e, claro, ficou marcado pelo que fez. Por isso, a pressão sobre ele será imensa. O arqueiro deveria pensar em uma pausa em sua carreira.

– Raniel (Santos): o atacante começou muito bem no Cruzeiro, é verdade. Mas a última temporada dele no São Paulo foi simplesmente desanimadora.

– Lucas Silva (Grêmio): o volante nunca mais foi o mesmo desde a sua primeira saída do Cruzeiro. Não à toa o nome dele figura em algumas listas de piores contratações da história recente do Real Madrid.

– Deyverson (Getafe-ESP): sim, eu sei que o Getafe não é do Brasil. Mas, realmente, difícil de entender essa contratação – mesmo que seja por empréstimo. Sorte do Palmeiras…

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves