PUBLICIDADE
Topo

Renato Gaúcho no São Paulo, Fenômeno no Mengo... Relembre alguns "foras"...

Milton Neves

06/01/2020 10h00

micos

Renato Gaúcho foi apresentado pelo Tricolor do Morumbi, Ronaldo Fenômeno era "certeza" no Fla e o saudoso Sócrates posou com a camisa da Ponte Preta na capa da "Placar". Fotos: Reprodução

Em muitas oportunidades, o dirigente se sente tão pressionado pelo péssimo momento de seu time que acaba enfiando os pés pelas mãos…

Na ânsia de acalmar a torcida, aflita por conta da fase ruim da equipe, cartolas anunciam reforços que sequer assinaram contrato com o clube.

Diversos cartolas e clubes já levaram "foras" de seus "anunciados" reforços.

ABAIXO, ALGUNS EXEMPLOS:

– Renato Gaúcho no São Paulo: o ex-ponta, atual treinador do Grêmio, chegou a ser apresentado pelo Tricolor em 1997, com direito a foto com a camisa e ao lado do então presidente Fernando Casal de Rey. No entanto, tudo não passava de uma provocação de Renato a seu ex-clube, o Fluminense, onde se apresentou três dias depois.

– Seedorf no Corinthians: o meia holandês, segundo o presidente Andrés Sanchez, estava apalavrado com o Alvinegro em 2011. Porém, o destino do ótimo jogador foi outro Avinegro, o Botafogo, em 2012.

– Drogba no Corinthians: entre os estrangeiros, não foi apenas Seedorf que foi almejado pelo Timão. O marfinense Drogba foi uma "novela" que se estendeu por algum tempo em 2017 mas acabou não vindo…

– Anelka no Atlético-MG: essa é recente! O ex-presidente atleticano Alexandre Kalil, como de costume, abriu o seu perfil do Twitter e anunciou aos torcedores do Galo a nova contratação do clube: o craque francês Anelka. No entanto, dias depois, Anelka publicou um vídeo esclarecendo que nunca tinha acertado contrato com o Atlético.

– Vagner Love no Corinthians: em 2005, no auge dos investimentos da MSI no Corinthians, Love também chegou a convocar entrevista coletiva para confirmar a sua transferência para o Parque São Jorge. Mas, após uma longa negociação, o CSKA da Rússia acabou não liberando o atacante. O sonho em contratá-lo acabou se realizando em 2015. Ele deixou o clube no ano seguinte e retornou em 2019.

– Ronaldo Fenômeno no Flamengo:  O Fenômeno, após a sua saída do Milan, passou um bom tempo se recuperando no Flamengo e seu acerto com o clube da Gávea, para os rubro-negros, era tido como certo. No entanto, o Timão "furou os olhos" dos cariocas e acabou acertando com o jogador que se recuperou para o futebol e ainda por cima elevou o patamar do Timão.

– Sócrates na Ponte Preta: em agosto de 1985, a empresa Luqui, que tinha como um de seus sócios o saudoso narrador Luciano do Valle, quase colocou o Doutor na Macaca. O também saudoso meia chegou até a vestir a camisa do clube de Campinas e posou para foto, que foi capa da Revista Placar! No entanto, na hora do pagamento, a empresa não conseguiu arrecadar o valor pedido pela Fiorentina e o negócio acabou não acontecendo. Ele acabou retornando ao Brasil para jogar no Flamengo.

– Ronaldinho Gaúcho de volta ao Grêmio: revelado pelo Tricolor Gaúcho, o ótimo atacante esteve próximo de retornar ao clube em 2011, após passagens por PSG, Barcelona e Milan. Porém, depois de um namoro que era dado como certeza de casamento, Ronaldinho acabou vestindo a camisa do Flamengo.

E então?

Qual foi o maior "mico"?

Lembrou de algum outro?

OPINE!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves