PUBLICIDADE
Topo

Defina o Fla em Lima: foi largura, pura sorte ou título de um time rabudo?

Milton Neves

25/11/2019 09h56

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Meus amigos, eu, que conheço muito dessa bagaça e acompanho freneticamente o futebol desde 6 de agosto de 1951, nunca vi nada parecido.

Viradas já aconteceram aos montes e continuarão acontecendo, é claro.

Mas como a do Flamengo, sábado, em Lima-PER, faltando míseros minutos para o encerramento do jogo, com o rival sendo muito superior?

Digo sem medo de errar: NUNCA MAIS!

Ê, senhor Marcelo Gallardo, que burrada, hein?

Como pode colocar o grosso do Lucas Pratto em um jogo tão importante como esse?

Qual era a intenção?

Piorar o time, que estava tão bem?

E o Flamengo teve tanta sorte que o zagueirão Javier Pinola, até então um dos melhores em campo, cometeu erro primário que resultou no segundo gol de Gabigol.

Realmente, esse título tinha que ser dessa forma, coroando o épico ano do Clube de Regatas do Flamengo.

E, assim como não teremos outra virada como essa, também jamais veremos outro final de semana como esse.

Um clube ganhar dois títulos tão importantes em dois dias seguidos pode ser que seja inédito até no futebol mundial.

Ah, mas e o Gabigol, hein?

Não fez "nada" no jogo de sábado.

"Só" marcou dois dos gols mais importantes da história do Flamengo e deu um drible sensacional no zagueiro Aparecido Witzel.

Deveria ter pedido música no "Fantástico"…

Mas agora quero saber de você, amigo internauta.

Defina o título do Fla, no sábado.

Foi largura, pura sorte ou título de um time rabudo?

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Blog do Milton Neves