Topo
Blog do Milton Neves

Blog do Milton Neves

Carille pode voltar para a Arábia. Será que o corintiano vai lamentar?

Milton Neves

15/06/2019 17h07

Rumo à Europa Corinthians pode perder mais uma peça importante em 2018 Tudo pode acontecer

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians

Em 2017 quando assumiu o Corinthians de forma oficial, Fábio Carille era uma promessa.

Depois do bicampeonato paulista, e do Brasileirão 2017, ele virou um ídolo.

Mesmo assim aceitou uma proposta milionária, e foi dirigir o Al Wehda, da Arábia Saudita.

Poucos meses depois, após a passagem apagada de Jair Ventura, ele estava de volta.

E chegou, no final de 2018, como a grande contratação do clube.

Mais do que Sornoza, Vágner Love e Boselli, Carille era a esperança da torcida.

E mesmo sem conseguir dar um bom padrão ao time, ganhou o tri do Paulistão.

Pronto, estava claro que o Corinthians tinha acertado.

Mas não. Vieram os jogos com um futebol medroso.

Classificações no sufoco contra adversários bem inferiores.

Um futebol criticado pela imprensa e pela própria torcida.

Veio a eliminação da Copa do Brasil.

Vieram jogos em que o Corinthians foi amassado pelos adversários.

Vieram jogos em que o Corinthians se defendeu como um time pequeno.

E uns poucos em que o time jogou como deve jogar o Corinthians.

Agora surge uma nova oportunidade para Carille voltar ao mundo árabe.

Apareceu uma sondagem do Al Hilal, atual vice-campeão árabe, que perdeu o treinador Jorge Jesus.

Será que a adoração do torcedor do Corinthians continua?

Ou será que o mesmo torcedor que idolatrou Carille, hoje o culpa pelo futebol pobre do time?

Torcedores corintianos, a bola está com vocês…

OPINE!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Mais Blog do Milton Neves