Topo
Blog do Milton Neves

Blog do Milton Neves

Zidane coadjuvante do The Flash, Pelé “sequestrado” e Neymar na Lusa!

Milton Neves

13/06/2019 14h51

E não é que o jovem Zidane um dia foi coadjuvante de Valdeir, o "The Flash", ex-Botafogo e seleção?

Zidane, em 1992, despontava e Valdeir era a "estrela do Brasil" no Bordeaux e no futebol francês.

Morando hoje em Balneário Camboriú-SC, Márcio Santos, o nosso quarto-zagueiro campeão do mundo em 1994, nos EUA, contou-me na Rádio Bandeirantes como era o time do Bordeaux com o The Flash e com o Zidane sendo apenas ou ainda um "cumpridor de tabela" ou "jogador de complemento de elenco".

Márcio, hoje dono de shopping no belíssimo litoral catarinense, diverte-se com o The Flash, que quando chegou lá no Bordeaux, meteu muito gol e virou o dono do time.

"Era o nosso Neymar, mas muito calmo, educado e obediente. Observem também que Zidane, o primeiro da fila na foto acima, não está nada à vontade com seus cabelos sempre aparados, e ele que odiava cabecear a bola", conta Márcio Santos.

"Sujeito quieto, na dele, era correto coadjuvante sem grife de nosso time e odiava cabecear: 'futebol você joga com os pés e pensa com a cabeça', como reiterou Guardiola outro dia", relembra o ex-zagueirão do São Paulo, do Galo e da seleção.

Só que contra Taffarel na final da Copa de 1998 deu no que deu…

E observem também que nosso Márcio Santos, mais tarde campeão do mundo, já se apresentava bem mais pancudo e imponente do que o genial franco-argelino, príncipe da bola.

A vida é assim e fica a lição para os jovens jogadores que o negócio é acreditar sempre, porque "tudo pode acontecer".

E o Pelé?

Sabiam que ele podia ter sido sequestrado no Chile durante um daqueles "Torneios Octogonais de Santiago", reunindo times tops do mundo e grandes seleções como a da então Tchecoslováquia?

Em meio à competição, em 1965, o austero serviço secreto chileno chamou os diretores santistas Nicolau Moran Villar, Modesto Roma e Augusto da Silva Saraiva para uma reunião urgente porque Pelé podia ser sequestrado, pasmem!

O clima ficou quente, pesado e preocupante no hotel do Santos na capital chilena.

Todo o elenco mostrou-se apavorado pela presença de 80 soldados chilenos portando revólveres e rifles, além de uniformes camuflados.

Ambiente horroroso até a chegada do "General-Chefe da Segurança Nacional" para reunião fechada agora com Athiê Jorge Cury, presidente do Santos.

A conversa foi séria e rápida.

O General informou que a atriz francesa, a estrela mundial Brigitte Bardot, espécie de Gisele Bundchen de hoje multiplicada por 40, quase havia sido sequestrada na chegada ao hotel, o mesmo do Santos.

Brigitte Bardot, antes e depois: mudou muito?

Em documentos apreendidos dos terroristas, os chilenos encontraram anotações sinalizando que seria Pelé a próxima meta.

Athiê ponderou que o Rei já tinha quatro seguranças brasileiros, mas que iam tomar mais cuidado.

No que o General concordou, mas pediu que Pelé deixasse crescer o bigode "para disfarçar seu rosto" naquelas três ou quatro semanas de estada no Chile.

Não adiantou nada, mas o bigode cresceu e os jogadores do Santos ficaram com medo mesmo assim.

Vejam as expressões preocupadas dos empresários chilenos e de Peixinho, Pelé, Ismael e Eliseu, mais do que assustados.

E que bobagem, hein, seo General?

Pelé até de burca era, é e sempre será reconhecido!

E sabiam que Neymar era para ter sido da Portuguesa?

E o Maradona também!

Sim, existem as lendas que dão conta até de que Pelé foi reprovado no Vasco.

Que o técnico Pinheiro queria a dispensa do menino Ronaldo Nazário depois da péssima estreia dele pelo Cruzeiro em Poços de Caldas-MG: "Esse não dá! Tem muito osso, é meio torto, tem muita carne e não tem velocidade".

E a do Rivellino dispensado pelo Palmeiras?

E tem também a do Vicente Matheus mandando o jovem goleiro Marcos embora porque ele comeu a metade de um saco de pães (só tinha um pão para cada um da peneira) e chupou mais da metade do conteúdo de um saco de laranjas (a sobremesa do pão).

E Marcos acabou dispensado quando chegou na estrada do campinho de teste, no outro dia.

Dos que estavam passando fome no terrão, ele não lembra de ninguém, "mas aí fui para o Palmeiras e deu no que deu. Mas morei na casa do Mauro Beting por quase um ano e o Mauro cobrava do Milton Neves R$37,27 por dia para completar a pensão da Dona Lucila. Aí, logo virei São Marcos" (ps: mentirinha! Risos).

Tudo bem, mas e o Neymar, hein, Mané da Lupa?

Vejam a foto!

O Neymar estava aí no Canindé dando sopa jogando com seu filho, não tinha filiação e você não fez um compromisso-trancado com ele?

Que burrice, que manéééééé!

Êta Lusa que não soube segurar também o Leivinha, o Pinga, o Julinho, o Dener, o Zé Maria, o Djalma Santos e o Servílio.

Opine!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Mais Blog do Milton Neves