Topo
Blog do Milton Neves

Blog do Milton Neves

Milagre! São Paulo marcou um gol! Mas não ganhou... E quase perdeu...

Milton Neves

2002-06-20T19:18:02

02/06/2019 18h02

 

Foto: Marcello Zambrana/AGIF/UOL

São Paulo 1 x 1 Cruzeiro.

No Pacaembu, com público pequeno, Alexandre Pato abriu o placar aos 14 minutos de bola rolando, após receber passe açucarado de Reinaldo. O atacante, de altos e baixos, pareceu disposto para bater de pé esquerdo.

A Raposa teve algumas chances para empatar, mas Tiago Volpi apareceu bem em duas oportunidades. E, no último lance, Ariel Cabral desperdiçou de cabeça, na pequena, área…

Na etapa final, mudança no Tricolor, com a saída de Hernanes e a entrada de Igor Gomes.

Hernanes se queixou e desconforto muscular, um termo recentemente incorporado ao vocabulário futebolístico…

Não sou médico, mas será que "desconforto" em um músculo ou qualquer outra parte do corpo não é muito pouco para deixar um jogo de futebol?

Não me lembro de ter visto Carlos Alberto Torres, Dunga, Gerson, Bellini ou Djalma Santos, entre tantos, terem pedido pra sair por conta de um desconfortozinho…

O VAR entrou em cena em lance de toque de mão na grande área são-paulina, mas o juizão entendeu que não houve a infração.

No atual momento, em que qualquer resvalada na mão ou no braço vira pênalti, até poderia ser marcado.

Mas o Cruzeiro tem um ótimo batedor de faltas, Thiago Neves.

E ele colocou no ângulo esquerdo de Volpi, isso aso 22 minutos. Golaço!

Logo em seguida, Volpi (muito bem na partida) evitou a virada, quando Marquinhos Gabriel entrou livre na área e tentou, sem sucesso, driblá-lo para marcar. Preciosismo que custou três pontos para o time mineiro.

O Cruzeiro ainda teve outra chance clara, quando David avançava para ficar cara a cara com Tiago Volpi, mas Igor Vinicius o segurou pela camisa e foi expulso.

Tiago Volpi ainda apareceu bem fechando o ângulo em arremate de Egidio, nos acréscimos.

A verdade é que o São Paulo se livrou de uma (mais uma) derrota, graças ao seu goleiro, em grande jornada.

Depois de ter dançado na Libertadores e na Copa do Brasil, só restou mesmo o Brasileirão para o São Paulo tentar, ao menos, não passar mais um vexame.

O Cruzeiro por sua vez, todo enrolado em seus bastidores, segue como coadjuvante no Campeonato Brasileiro.

A pequena torcida tricolor no Pacaembu "saudou" seu time ao final da partida:

"Vergonha, vergonha, time sem vergonha…"

Ceará 0 x 1 Santos.

No Castelão, o ex-colorado Eduardo Sasha marcou de cabeça, no começo da etapa complementar.

A torcida do Vozão, que lotou o estádio, apoiou o time durante todo o tempo mas nem mesmo o empate foi conseguido.

Três pontos que colocam o Peixe provisoriamente encabeçando a tabela do campeonato!

Athletico-PR 3 x 0 Fluminense.

Na Arena da Baixada, um vendaval do Furacão pra cima do Flu…

Lucho González abriu o placar aos 21 minutos da etapa inicial, de cabeça, na pequena área, escorando cruzamento de Rony.

Depois foi a vez de Rony. Ele recebeu de Márcio Azevedo para também fazer de cabeça, aos 37.

Entre um gol e o outro do Furacão, o Flu ficou com um jogador a menos, por conta da expulsão de Ailton.

Marcelo Cirino fez o terceiro tento rubro-negro, aos 40, em arremate que desviou em Yuri, e deixou o goleiro Rodolfo vendido no lance.

NO JOGO DA MANHÃ…

Botafogo-RJ 1 x 0 Vasco.

As 11h, no Engenhão, começou Botafogo e Vasco, e mais uma vez o time da estrela solitária venceu em seus domínios.

Já o Vasco, de Vanderlei Luxemburgo, segue sem ganhar, na lanterna do Brasileirão.

O gol foi do ex-vascaíno Diego Souza, aos 12 minutos do segundo tempo.

Pelo andar (ou naufragar) da caravela cruzmaltina, será difícil o Vasco escapar de mais um rebaixamento…

OPINE!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Mais Blog do Milton Neves