PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Blog do Milton Neves

Com o Cruzeiro Campeão, na bola e no apito como contra o Criciúma, segue a novela mata-mata. Confira aqui uma outra fórmula mágica do jornalista Tom Moisés!

Milton Neves

10/11/2014 11h42

Uma ideia polêmica com a proposta de trazer mais emoção na disputa do Campeonato Brasileiro

Por Tom Moisés

A disputa pelo título de Campeão Brasileiro de futebol, bem como a classificação das equipes para disputar a Taça Libertadores da América envolve interesses dos clubes, Federações Estaduais, patrocinadores, imprensa, e, principalmente, a paixão dos torcedores.

Na disputa pelo título, o sistema de pontos corridos é, sem dúvida, o mais justo, pois valoriza o trabalho das melhores equipes e com o melhor planejamento. Mas este sistema só beneficia times ricos, com maior estrutura, que têm condições de investir em elenco, contratar mais atletas de qualidade, investir em pré-temporada e treinamento. Além disso, faz tempo que o campeonato deixou de ter emoção, pois o melhor time se isola na dianteira da competição, deixando os "endividados" para trás. E isso vem prejudicando o interesse do torcedor e sua presença nos estádios. Grandes times, com grandes torcidas estão ficado pequenos diante deste cenário.

O sistema mata-mata pode parecer injusto, mas, efetivamente é o que traz mais emoção e enche os estádios, pois mesmo um time considerado pequeno ou de qualidade inferior pode, num único jogo ou numa única jogada, finalizar e vencer a partida.

Diante desta infindável discussão e de tantas opiniões divididas, Tom Moisés, jornalista editor do Jornal Popular de Barueri, SP, apresenta uma ideia polêmica, mas que pode agradar a gregos e troianos, bem como mineiros, paulistas, cariocas e torcedores de todo o país.

A proposta de Tom Moisés é que o campeonato brasileiro seja disputado, ano a ano, em sistema alternado. Num ano o campeonato é disputado por pontos corridos. No ano seguinte por mata mata. Em ano ímpar disputa-se o campeonato em pontos corridos e em ano par, a começar em 2016, no sistema mata mata.

Desta forma os gestores, investidores e amantes do futebol irão prestigiar o melhor planejamento, mas também darão chance para os times pequenos e para termos mais emoção no futebol.

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.