PUBLICIDADE
Topo

Milton Neves

Félix: adeus ao goleiro inesquecível e injustiçado!

Conteúdo exclusivo para assinantes

Milton Neves

24/08/2012 10h13

Aqui o último pedido do ex-goleiro:

"Pelo menos quando eu morrer, que parem de dizer que o Brasil ganhou a Copa de 70 `apesar do Félix´. O Barbosa foi crucificado por não ter ganho a Copa de 50 e eu por ter ganho a Copa de 70. Duas grandes injustiças!"

Os três goleiros da Copa do México, em 1970: Ado (o primeiro reserva); Leão (o segundo reserva) e Félix (o titular)

O Brasil perdeu um ídolo.

Félix, campeão do mundo em 1970 no gol da Seleção Brasileira, morreu na capital paulista.

Ele, que chorava copiosamente por medo de ser esquecido, nunca sairá da lembrança de quem ama futebol.

Jairzinho, Tostão, Pelé e Rivellino, levam as glórias óbvias de quem joga no ataque.

Mas Félix era um craque debaixo das traves. Basta dizer que barrou Ado e Emerson Leão, assumindo a titularidade absoluta da meta verde e amarela.

Ah, e o "posudo" Leão deve agradecer ao saudoso camisa 1 sua convocação para o México.

À época, a Fifa só permitia 22 jogadores inscritos para o mundial. Félix e Ado, dois gênios dentro e fora de campo, tiveram uma ideia digna de prêmio Nobel: levar o terceiro goleiro.

As contusões de arqueiros eram comuns e o receio de ficar com apenas um jogador para a posição apavorava os convocados. Então, Félix e Ado expuseram sua "sacada" para Zagallo e a comissão técnica, que logo aderiram ao pedido.

O curioso desta história, é que Leão foi recebido pelos pais da ideia no aeroporto, mas negou-se a cumprimentá-los como deveria. No topo de seu orgulho, o arqueiro ainda disse que estava zangado por não ser titular.

Félix era humilde o suficiente para reconhecer seu valor.  E, após a vitória sobre a Itália, não correu para os inúmeros cliques e registros do momento: foi para o vestiário telefonar para a casa de sua vizinha (a pessoa mais próxima de casa que já tinha telefone), para agradecer à família e comemorar com seus amigos.

Félix é inesquecível. Foi e sempre será o nosso campeão.

Ouça abaixo o depoimento de Milton Neves sobre a morte de Félix

Morre o goleiro campeão do Mundo em 1970 by ednilsonvalia

Clique aqui e conheça mais da história de Félix na seção "Que Fim Levou?"

 

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.