Topo
Blog do Milton Neves

Blog do Milton Neves

Revelações: Marin quer Guardiola e a verdade sobre a viagem de Neymar

Milton Neves

18/08/2012 13h47

Bernard, do Galo, é a boa novidade do Brasileirão-2012 que agora está começando prá valer. Que ele, Bernard, mantenha esse crescimento.

E que o Brasileiro decole de vez depois de tanto alvejado, ofuscado e desfalcado pela Seleção, Copa Santander Libertadores, Copa do Brasil, Eurocopa e Olimpíada de Londres.

A meta do veterano e histórico goleiro Rogério Ceni é chegar aos seus 200 gols. A favor ou contra, não importa.

Gozação à parte, que o grande número 1 do São Paulo pare de vacilar sob pena de perder em semanas e meses o que duramente conquistou em anos e décadas.

E que os beques do São Paulo resolvam também pular pelo menos a grossura de uma gilete.

Renato Maurício Prado é o jornalista que mais adquiriu fama e credibilidade após a Olimpíada.

Espécie de medalha de ouro de visibilidade. E de solidariedade.

A goleada contra a horrorosa Suécia não altera em nada a delicada (e perdida) situação de Mano Menezes na Seleção Brasileira.

Com  nada mais ou praticamente nada mais a fazer neste resto de ano, o gaúcho fica no cargo até o Papai Noel chegar com o seu saco vermelho e sem o nome de Mano dentro.

José Maria Marin jamais tiraria os pretendentes Muricy, Felipão, Tite ou Luxemburgo de seus clubes tendo eles contrato em vigor para um início de trabalho fora de hora e quase sem atividade.

É o que enxerga Marin atrás de seus horrorosos óculos marca "Waldick Soriano".

Mas Marin quer mesmo é Pep Guardiola. Desde que ele traga junto Xavi, Messi e Iniesta.

Pelé me ligou de Estocolmo lá na Rádio Bandeirantes na quarta-feira à noite pedindo para o UOL retificar a nota segundo a qual ele tinha sido o pé-frio do Brasil em nossa derrota para o México quando perdemos a medalha de ouro.

Observou o Rei que não foi ao estádio de Wembley naquele sábado e que na hora do jogo México 2×1 Brasil ele estava partindo para a Suécia.

Pedido atendido, junto ao Marcelo Epstein, presidente do UOL, pergunto: por que aqui no Brasil "todo mundo" diz que Pelé só fala bobagem quando aborda o tema… FUTEBOL?

Ora, será que Pelé – que jogou um pouquinho dessa modalidade esportiva – é um ignorante do assunto como eu sou a respeito das regras do sumô, judô e ginástica artística?

Menos, gente, menos.

Neymar veio de jatinho de Estocolmo para Florianópolis não por amor ao Santos ou por pressão de seus patrocinadores que não pagaram a viagem do menino prodígio.

O jogo era algo desimportante pro Peixe, em nada alteraria as doze campanhas publicitárias estreladas e já gravadas por ele na TV e não houve também "exploração física" de Neymar.

Houve apenas a "coincidência" da "LABACE", a Feira Internacional de Jatos Executivos que rola em São Paulo.

Neymar veio em jatinho que seria exposto na feira e que viria vazio "batendo lata", mas com o compromisso – remunerado ou não – de se fotografar na cama da aeronave, colocar no twitter e gerar o que chamamos no mercado publicitário de "mídia espontânea".

Sacaram?

Neymar é mesmo uma grande revelação.

Brilhando, faturando, sendo pai precoce, correndo, fazendo gols e voando… sempre a jato!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Mais Blog do Milton Neves