Topo
Blog do Milton Neves

Blog do Milton Neves

Os últimos falastrões que queimaram a língua no futebol

Milton Neves

08/10/2008 18h27

falastroes.jpg 

1)"Já estamos nos organizando para a grande festa do hexacampeonato", do presidente Márcio Braga, do Flamengo, que é ainda o 4° colocado do Brasileirão-2008.

2)"Vamos jogar os 90min no Gre-Nal para ganhar e passar a máquina", do presidente gremista Paulo Odone, antes do chocolate de 4 a 1 tomado contra o Inter.

3)"Nós estamos a cinco metros da próxima Libertadores e os outros times estão a 5 mil quilômetros. Se ganharmos esta Libertadores, nós vamos brincar no Brasileiro. E essa diferença de nove pontos (do Flu para os líderes do campeonato) é um espirro", do técnico Renato Gaúcho, à época em que o Fluminense ia mal no Nacional, mas bem na Libertadores.

4)"Vamos conquistar a Libertadores e depois passear no campeonato brasileiro", do técnico Renato Gaúcho, após eliminar o Boca na semifinal.

5)"Eu garanto que o Fluminense será campeão", do técnico Renato Gaúcho, após a derrota (4 a 2) do time carioca na primeira partida da final contra a LDU.

6)"Domingo é o dia de degustar o porco", do volante Vampeta, antes da derrota corintiana por 1 a 0 para o Palmeiras, pelo Brasileirão do ano passado.

7)"O Vasco esta há um ano sem perder em São Januário e espero poder sair de lá com uma vitória e com um gostinho de bacalhau na boca. Vou comer bacalhau", do Vampeta, antes da derrota do Timão por 2 a 0 para o Vasco, no Rio, pelo Brasileirão-2007.

8) "Tevez? Quem é? Não conheço", do Márcio Braga, antes da derrota flamenguista por 3 a 1 para o Corinthians, em 2005, no Rio, com dois gols do argentino.

E aí, torcedor, qual das pérolas acima foi a pior? E, você, se lembra de algum outro falastrão que queimou a língua? Comente!

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.

Mais Blog do Milton Neves